HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

"Ao Jardim dos Viajantes" - poema de Sohrab Sepehri

Retrato do poeta Sohrab Sepehri (1928-1980)
Chame, oh me chame
sua voz soa tão bem
sua voz é como a verde essência da erva rara
que cresce na intimidade mais extrema da tristeza.
Nas dimensões desta era de silêncio,
Me sinto mais só que o fragmento de uma canção
ecoando na percepção de uma ruela.
Venha, deixe eu lhe dizer como é vasta a minha solidão
e minha solidão não previu
a magnitude da sua incursão noturna,
tal é a força do amor.
 
Não há ninguém.
Vamos roubar a vida, e depois
dividi-la entre dois encontros.
Vamos tentar entender, você e eu,
algo sobre a natureza da pedra.
Vamos discernir as coisas mais rapidamente.
Veja como as mãos da fonte pulverizam o tempo
na marca circular do lago.
 
Desvaneça como uma palavra na linha do meu silêncio
apague a massa luminosa do amor na palma da minha mão.
 
Tradução livre do inglês para o português realizada por Arlene Clemesha, a partir do livro The Lover is always Alone, Selected Poems –  traduzido do persa para o inglês por Karim Emami, Ed. Shaul Bakhash, 2004, Irã.

(Fonte: Revista Zunái)


Cineclube Apropriarte & Chá-de-Lima da Pérsia apresentam: “Tartarugas podem Voar”

O CINE CLUBE APROPRIARTE EM PARCERIA COM O CHÁ-DE-LIMA DA PÉRSIA ESTÁ DE VOLTA!

Este mês, você está convidado para uma sessão especial com a exibição do filme: “Tartarugas podem Voar ”

Em um campo de refugiados curdos na fronteira Iraque-Turquia às vésperas da invasão americana vive um garoto de 13 anos conhecido como Satélite, que tem este apelido por inventar antenas parabólicas de sucata que permitem aos moradores do vilarejo assistirem as notícias do mundo. Líder nato, Satélite, comanda as outras crianças na missão perigosa porém necessária de vasculhar campos minados para vender no mercado os artefatos que ainda não foram detonados.

Um dia, o engenhoso Satélite se apaixona por uma garota órfã que chegou de outro vilarejo que foi destruído pelas tropas iraquianas. Ele passa a ajudá-la em suas tarefas sempre que possível, a fim de ganhar seu coração. Porém a garota está sempre com uma cara de poucos amigos, que é consequência dos traumas de seu passado. Junto com a garota está seu irmão, que apesar de não possuir os dois braços, está sempre cuidando dela e parece ter o dom da clarividência, e além disso os dois carregam consigo um menininho cego.

Tartarugas Podem Voar, escrito e dirigido em 2004 pelo diretor Bahman Ghobadi, com a notável trilha sonora composta por Hossein Alizadeh, foi o primeiro filme gravado no Iraque após a queda de Saddam Hussein. O diretor Bahman Ghobadi, ele próprio de origem curda fez este filme com muitas crianças que nunca haviam atuado em nenhum filme e que realmente haviam sofrido na pele a dor dos ferimentos causados pelas armas da guerra.

Após a sessão haverá roda de conversa mediada por Janaina Elias (autora do blog Chá-de-Lima da Pérsia) e pela convidada especial Vanessa Paulino. 


CINECLUBE APROPRIARTE: “TARTARUGAS PODEM VOAR” 
⛳ ONDE: Rua Doutor Homem de Melo, 961 - Perdizes - São Paulo/SP (ver mapa)
📅 QUANDO: 25/04/19 - 19h30 
🎫 CONTRIBUIÇÃO: R$ 10,00


Trailer legendado do filme "Três Faces" de Jafar Panahi


Salam amigos! Confiram o trailer legendado do filme "Três Faces" o filme mais recente do diretor Jafar Panahi que já está em cartaz aqui no Brasil!

Sinopse: A renomada atriz Behnaz Jafari recebeu um vídeo desesperador com o pedido de ajuda de uma garota, proibida por sua família a dar sequência aos seus estudos no Conservatório de Teatro no Teerã. Behnaz abandona sua filmagem e se une ao cineasta Jafar Panahi para ajudar a resolver os misteriosos problemas da jovem. Eles viajam de carro para a aldeia da menina, onde têm encontros divertidos com o povo encantador, mas logo descobrem que a proteção de antigas tradições é tão generosa quanto a hospitalidade local.



Você já foi assistir este filme? Deixe sua opinião nos comentários!