HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Por que os iranianos celebram o Dia do Rei Ciro?

Em outubro de 539 a.C., o rei persa Ciro, o Grande conquistou a Babilônia
Salam amigos! Ontem, 29 de outubro, os iranianos ao redor do mundo celebraram o dia internacional de "Ciro, o Grande", o rei da Pérsia, que foi o autor do primeiro estatuto dos direitos humanos da história do mundo, também conhecido como o Cilindro de Ciro

Uma celebração não oficial

O Dia de "Ciro, o Grande" (em persa Ruze Kurosh-e Bozorg) é comemorado por comunidades iranianas em diferentes países, como Irã, Estados Unidos e Reino Unido.

A observância não é oficial e não é designada em nenhum calendário oficial, nem no calendário iraniano, nem no da UNESCO. Em 2017, Bahram Parsaei, representante de Shiraz no parlamento iraniano, expressou o pedido popular para que esta fosse reconhecida como uma cerimônia oficial do estado.

A escolha dessa data que em alguns anos, cai no dia 28  e em outros no dia 29, no calendário persa corresponde ao dia  7 do mês de Aban, se dá porque os iranianos acreditam  ser este o dia do aniversário da entrada de Ciro na Babilônia. Em outubro de 539 a.C., o rei persa tomou a Babilônia,  antiga capital de um império oriental que cobria desde o Iraque moderno, até a Síria, o Líbano e Israel. 

Mas afinal, quem foi Ciro, o Grande?

Representação do retrato de Ciro, o Grande
Ciro II, mais conhecido como Ciro, o Grande, foi rei da Pérsia entre 559 e 530 a.C. Fundador do Império Aquemênida, sob o seu governo, o império abraçou todos os estados civilizados do antigo Oriente Próximo e expandiu-se tanto a ponto de tornar-se o maior império que o mundo já havia visto. 

Ele também proclamou o que foi identificado por estudiosos e arqueólogos como a mais antiga declaração conhecida de direitos humanos, que foi transcrita no famoso Cilindro de Ciro entre 539 e 530 a.C.

Após ter morrido em uma batalha no Egito, Ciro foi sucedido por seu filho, Cambises II, que conseguiu aumentar o império conquistando o Egito, a Núbia e a Cirenaica durante seu curto governo.

Um modelo de governo e respeito aos povos conquistados

A fama deste grande rei também se deu por ter respeitado os costumes e religiões das terras que conquistou. Diz-se que na história universal, o papel do Império Aquemênida fundado por Ciro reside em seu modelo bem-sucedido de administração centralizada e no estabelecimento de um governo trabalhando em proveito e lucro de seus súditos. De fato, a administração do império através de sátrapas e o princípio vital de formar um governo em Pasárgada foram obras dele.  

Ciro, o Grande, também é bem reconhecido por suas conquistas em direitos humanos, política e estratégia militar, bem como por sua influência nas civilizações orientais e ocidentais. Tendo nascido em Pars, que hoje corresponde à moderna província iraniana de Fars, Ciro desempenhou um papel crucial na definição da identidade nacional do Irã moderno. 

Ciro e, de fato, a influência aquemênida no mundo antigo também se estendia até Atenas, onde muitos atenienses adotaram aspectos da cultura persa aquemênida como próprios, numa troca cultural recíproca.

A Celebração no Irã e no mundo 

Túmulo de Ciro, em Pasárgada, província de Fars
 O "Dia de Ciro" é comemorado principalmente no Irã e por comunidades iranianas em outros países, como o Reino Unido e os Estados Unidos. No Irã, aqueles que querem honrar a memória de Ciro, o Grande, visitam seu túmulo em Pasárgada, a antiga capital do Império Aquemênida, que é hoje um sítio arqueológico na província de Fars, localizado a cerca de 60 km de Shiraz.

Em outubro de 2016, milhares de jovens organizaram uma manifestação em Pasárgada. Eles cantaram: "Ciro é nosso pai, o Irã é nosso país", em uma crítica ao atual governo do Irã. A fim de conter as manifestações, desde 2017, o governo fechou o local do túmulo durante 3 dias próximos a data da comemoração.

Baseado em Cyrus the Great Day - Wikipedia  | Real Iran 


Adoce o chá com seu comentário!

Postar um comentário