HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Jovens artistas retiram o véu que encobre a imagem do Irã

Os nove artistas do coletivo Iran Unveiled
Um grupo de jovens fotógrafos, decide mostrar ao mundo o orgulho que sentem pelo seu país. Mas, eles vivem na República Islâmica do Irã! O que você espera ver? O projeto Iran Unveiled (Irã desvelado), idealizado pelos fotógrafos Mahya Jaberiansari, Saeid Moridi, Neda Monem, Bahram Habibi, Omid Scheybani, Farzad Abedi, Arash Ashkar, Alireza Khatibi e Reza Yaghoubi, nos dá a resposta para esta pergunta. Através de sua arte, eles esperam que o mundo mude sua visão e deseje conhecer mais sobre seu país. Com diferentes áreas de formação, de jornalistas a engenheiros biomédicos, estes jovens se uniram  e em setembro deste ano terão seu trabalho exposto no Kala Art Institute em San Francisco, Califórnia, levando para o outro lado do mundo cenas do cotidiano do povo iraniano.

Crédito da imagem: Arash Ashkar
Segundo a curadora do projeto, Mahya Jaberiansari o trabalho tem uma razão muito especial para ser exposto nos Estados Unidos: "Durante muito tempo, os americanos (e o mundo) somente tem visto e tem sido expostos ao Irã através das lentes da política, sanções e história que deixou completamente de fora a realidade da vida de seu povo".
As fotografias  procuram mostrar que cada iraniano tem um estilo de vida próprio, assim como os autores das imagens que vieram de diferentes áreas, mas tem em comum o interesse por capturar cenas da vida cotidiana. "Mas o que nos une é o Irã, a nossa paixão e amor pelo país com o qual todos nós nos identificamos. O que a mídia não mostra quando retrata o Irã é o lado humano do país", continua a curadora .

Crédito da imagem: Alireza Khatibi
O cenário das artes e da fotografia no Irã está cada vez mais ativo, e tanto iniciativas privadas quanto públicas são encorajadas pelas administrações locais. “Cada vez mais galerias de arte estão sendo abertas, o tempo todo", diz  Neda Monem, uma das fotógrafas do projeto. “O museu de arte contemporânea em Teerã está sempre atualizando suas coleções. Até mesmo os outdoors da cidade são usados para mostrar obras de arte de vez em quando, de modo que as pessoas que não se interessam ou não tem tempo, possam se familiarizar com os trabalhos artísticos que estão sendo expostos.”
“A arte em diferentes campos, especialmente a fotografia,” acrescenta  Bahram Habibi, “está se tornando um mercado crescente no Irã. Depois de um falso período em que todo mundo queria ser engenheiro ou médico, as oportunidades para estas áreas estão saturadas, então as pessoas estão aprendendo ir atrás de seus interesses e muitas se interessam pela arte.”

Crédito da imagem: Bahram Habibi
Uma das consequências da campanha da mídia ocidental contra o Irã é que muitas pessoas tem medo de visitar o país, achando que o seu povo é hostil e odeia tudo que vem do ocidente. “A maioria dos americanos pensa que irá se deparar com homens barbudos agressivos e mulheres de burqa, quando vão ao Irã” diz Neda Monem. “Na verdade, exceto em alguns lugares do sul do Irã, nenhuma iraniana usa burqa. E quando eles realmente visitam o país ficam maravilhados por serem recebidos pelas pessoas mais acolhedoras e amigáveis que já encontraram. Os estrangeiros que visitam o Irã também ficam surpresos com a riqueza da cultura e história, e a diversidade e beleza das paisagens. Eles também ficam impressionados ao descobrir que aqueles homens barbudos são na verdade hipsters tatuados que se encontram nos cafés."]

Crédito da imagem: Neda Monem
Bahram Habibi acrescenta: “Nosso projeto é mostrar através dessas fotos uma imagem mais nova e atualizada que é a mais próxima da realidade do nosso país, por exemplo como as pessoas vivem, nós também temos a nossa felicidade e amamos nossa cidade e nosso país. Eu quero mostrar que apesar de todas as diferenças, nossas vidas são as mesmas. Nós não somos os melhores, mas também não somos os piores. 
"Nós não queremos dizer que tudo no Irã é alegria e diversão, porque não é" diz  Mahya Jaberiansari. “Mas queremos dizer que nem tudo são sanções políticas e tragédias. Existe um outro lado da moeda que muitas pessoas ainda não viram e que nós queremos que as pessoas sejam capazes de distinguir entre estes dois lados."

Crédito da imagem: Reza Yaghoubi

Adaptado de Chasing the Unexpected 


4 comentários

  1. Azizam Janaina!!! Foi bem aquela ideia que tive e te convidei para participar aqui em Brasília, lembra? Só que as fotos usadas seriam dos próprios turistas que já foram visitar o Irã e se depararam com um país encantador... no caso as duas exposições buscam o mesmo objetivo, mostrar ao mundo o lado "normal" de um país "normal" e que tem muito o que mostrar e noticiar além do que a mídia Ocidental divulga. Amei! E ainda faremos nossa exposição Azizam... Vamos recrutar esse material!!! :)

    ResponderExcluir
  2. Ameeei esse post!! Já entrei no insta deles e vi as fotos, sensacionais.
    Projeto lindo demais!

    ResponderExcluir