HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

"Horizonte Brilhante", um poema de Ahmad Shamlou


Algum dia, encontraremos nossas pombas
E a bondade dará as mãos com a beleza
Neste dia, o menor dos ruídos será o de um beijo
E todo ser humano,
será um irmão para o outro ser humano
Neste dia, as portas das casas não serão trancadas
Os cadeados serão apenas lenda
E o coração será suficiente para viver
O dia em que o significado de todo discurso será amar
Então ninguém precisará buscar o significado desta palavra
O dia em que a melodia de toda palavra será a vida
E eu não sofrerei para buscar a rima certa para cada poema
O dia em que cada lábio cantará uma canção
E o menor dos ruídos será o de um beijo
O dia em que você virá para sempre
E a bondade será igual a beleza
O dia em que atiraremos sementes para as pombas
E eu espero por este dia
Mesmo que neste dia eu já não esteja aqui


- Ahmad Shamlou*

*Ahmad Shamlou (1925-2000), foi um poeta, escritor e jornalista iraniano de etnia azeri nascido em Rasht. Considerado o mais influente dos poetas modernos do Irã, suas primeiras poesias foram influenciadas pelo estilo de Nima Yushij. A base de sua poesia é a imagética tradicional iraniana, familiar para seus leitores, com referências a obras dos grandes mestres como Hafez e Omar Khayyam
Shamlou foi o responsável pela tradução de muitas obras do francês para o persa e seus próprios trabalhos também foram traduzidos para vários idiomas. Ele também é autor de várias peças, editadas a partir dos clássicos persas, especialmente Hafez. Seu 13º livro Ketab-e Koucheh (O Livro do Beco) é uma grande contribuição para o entendimento das crenças do folclore iraniano. Ele também escreveu ficção e roteiros para filmes, contribuições para a literatura infantil e jornalismo.

(Tradução do poema adaptada de Zócalo Poets)


4 comentários

  1. Ahhh que maravilha... tb espero por esse dia! Mesmo que eu tb não esteja mais aqui Azizam.... Voto por mais e mais poemas e poesias!!! 💖 Mersi! Booooos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este poeta é um dos mais queridos do Irã azizam! A poesia sem dúvida é a expressão da alma!

      Excluir
  2. Conheci esse blog recentemente e também voto por mais poemas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda Alana! Fiquei encantada em saber que há leitores que amam poesias! Pode deixar que a poesia persa sempre terá lugar de destaque aqui no blog!

      Excluir