HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Como as iranianas "realmente" se vestiam antes da revolução islâmica na década de 70

"Que tal minha roupa? Estou combinando com a mesquita hoje? " 
Salam amigos! Faltam só dois dias para acabar o ano e não falta assunto sobre o Irã na web! E o mais recente, que na verdade, eu já estou careca de ver é um post intitulado: "Como as mulheres iranianas vestiam-se antes da revolução islâmica, na década de 70? Surpreenda-se!!!"

Verdade, já estou careca de ver estas fotos sensuais de atrizes iranianas que beiram a Playboy, e outras que são retiradas da revista Vogue, dos anos 70 com modelos que não tem absolutamente nada de iranianas posando nas ruínas de Persépolis ou com seus vestidos esvoaçantes ornando com as cores dos azulejos das mais famosas mesquitas e monumentos históricos do Irã. A propósito confira a mais incrível galeria que eu já vi de fotos mostrando a evolução da moda e da beleza das celebridades femininas no Irã nas décadas de 1950, 60 e 70 no site Pars Times ! 
Obviamente, temos as imagens das divas pop que são ícones desta geração mais ousada e outras celebridades e modelos, a maioria dos quais deixou o Irã após a revolução e atualmente vive fora do Irã, no exílio. 

As cantoras Giti (esq.) e Googoosh (dir.) divas do pop iraniano dos anos 70 

Susan Hakima, a miss Irã em 1970 
Ali Hatami e  Zari Khoshkam, os pais da famosa atriz Leila Hatami (ainda vivem no Irã atualmente)
Forouzan, foi uma das atrizes iranianas mais amadas na década de 70
De fato, o Irã, antes da revolução islâmica de 1979, (como aborda a matéria  citada acima) era um país muito diferente do que vemos na atualidade. Por muito tempo, o país foi pró-ocidental, permitindo uma certa quantidade de liberdade cultural, mas ainda assim, era um país do Oriente Médio, com suas parcelas conservadora e moderada a liberal da população. 
A mídia tende a esquematizar, o Irã antes e depois da Revolução, como se tudo se resumisse a "mulheres antes e depois do véu". Porém uma pesquisa mais aprofundada da cena urbana no Irã dos anos 70 nos revelam um interessante contraste entre as mulheres bi-hejab (sem hejab) e as adeptas do véu islâmico.  


  O contraste entre as mulheres bi-hejab (sem hejab) e as adeptas do véu islâmico  
O chador islâmico e a moda ocidental andavam lado a lado no Irã dos anos 70
Estudantes no interior do Irã , antes da revolução islâmica
O contraste é ainda mais marcante em uma praia no Irã dos anos 70!

Para mais informações, sugiro também que leiam os posts O hijab no Irã e suas variações e Breve história da moda no Irã

Espero que tenham gostado do post, Khoda Hafez e Feliz 2016!!


4 comentários

  1. Perfeito! Vc sempre desmistifica de uma forma sensata! ;) Beijos Azizam! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Karla jan! Obrigada por sempre apoiar e divulgar o meu trabalho!
      Beijo grande!

      Excluir
  2. Parabéns pelo novo visual da página. Amei.É nesse blog que encontro notícias e curiosidades das terras persas, onde um dia pretendo ir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vania, fico muito feliz com o seu comentário! Estou preparando este novo visual para celebrar os 4 anos do blog este ano! Continue sempre acompanhando!
      Um abraço!

      Excluir