HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

As Casas Históricas de Kashan

Casa Borujerdi em Kashan 
Uma das primeiras localidades a ser habitada pelos antigos povos do planalto iraniano foi onde atualmente está a cidade de Kashan, na província de Isfahan. Em outras palavras, a construção e a arquitetura são conceitos que permeiam a alma desta cidade. As casas históricas de Kashan, foram construídas por volta dos séculos XVIII e XIX, foram restauradas recentemente e estão abertas para visitação dos apreciadores da arquitetura iraniana.  

A história por trás das Casas Histórica de Kashan 

Interior da Casa Borujerdi
Por volta do final do séc. XVIII, devido a um terremoto devastador, muitas construções ficaram em ruínas em Kashan. Isto também inclui todos os edifícios de Shah Abbas I, o poderoso monarca da dinastia Safávida que amava a cidade de Kashan. Então, no período do governador Abdol Razaq Khan, muitos edificíos foram construídos e reconstruídos. Esta é a razão pela qual a maioria das casas históricas de Kashan foram construídas  entre o final do séc. XVIII e decorrer do séc. XIX. 

Também, a  próspera época de comércio internacional entre Irã e Rússia foi a outra razão pela qual alguns dos ricos comerciantes precisavam construir mansões cada vez maiores e luxuosas para se adequar ao seu estilo de vida. O conhecimento e eficiência dos arquitetos locais desempenhou um grande papel para a criação dessas obras primas que hoje conhecemos como as Casas Históricas de Kashan.   

Características Gerais das Casas Históricas de Kashan

Pátio da Casa Tabatabaei
Podemos notar várias características em comum  entre estas casas históricas de Kashan. No que diz respeito aos materiais de construção, os mais comumente usados eram: tijolos, usados na estrutura principal; barro e palha para isolamento e fachadas; gesso para decoração da fachada e interior; aplicação de espelhos para embelezamento dos espaços internos (particularmente tetos); madeira maciça para as portas e portões, etc.  
Os espaços interiores foram idealizados e utilizados para propósitos específicos. Na entrada de todas essas casas, não é possível ver o interior imediatamente. Primeiro há um vestíbulo geralmente em formato octogonal levando através de duas portas diferentes para as duas maiores partes da casa que são:  

1) Seção Interior (Andaruny): Uma parte separada da casa utilizada pelos membros da família onde eles podiam ter conforto e privacidade. Como estes comerciantes costumavam receber reuniões de negócios em suas casas, além de amigos e hóspedes de outras cidades, a família precisava de um espaço especial, onde eles tinham liberdade longe dos olhares dos estranhos. O Panj-dary, uma sala com cinco portas voltadas pátio interior, era localizado dentro desta seção para reuniões familiares na hora das refeições, etc. 

Pátio interior da Casa Abbasian

2) Seção Exterior (Biruny): Esta parte da casa podia ser bem ampla, elaborada e acomodar um pórtico ao sul em frente a seção chamada Shah Neshin, que significa "o assento do rei, ou seja a melhor parte da casa para os hóspedes que mereciam ser recebidos na parte mais elegante do edifício.
Também havia a seção dos empregados que tinha sua própria entrada, de onde eles ofereciam o serviço para o senhor da casa. Por esse motivo, a cozinha e as despensas ficavam nesta seção. Os empregados moravam e permaneciam nesta parte da casa e se dirigiam para as outras seções quando seus serviços eram solicitados.   

Além disso, nenhuma destas casas tinha janelas voltadas para o exterior. Todas as janelas eram voltadas para o pátio interior, o que garantia mais segurança e privacidade. As paredes eram grossas e isoladas com barro e palha a fim de manter os espaços interiores frescos e agradáveis durante os dias escaldantes do verão e aquecidos durante o frio rigoroso do inverno. No topo destas casas haviam badgirs (torres de vento), que funcionavam como um sistema de ar condicionando tradicional.

As Casas Históricas mais famosas de Kashan 


Pátio  da Casa Ameri 

Das várias Casas Históricas construídas em Kashan entre os séculos XIX e XX, as mais famosas são:

 Casa Borujerdi:
O proprietário desta casa era um mercador que trazia seus produtos da cidade de Borujerd, na província de Lorestan. Por isso, ele era chamado de Sr. Borujerdi. No interior desta mansão há suntuosas pinturas feitas sob a supervisão do mestre Kamal-ol-Molk, o mais famoso artista da era Qajar, durante o séc. XIX. É considerada a casa histórica mais bela do Irã. 

✧ Casa Tabatabaei:
Esta casa recebeu seu nome de um mercador da cidade de Natanz que iniciou a construção desta casa residencial. O mesmo arquiteto também foi mais tarde o responsável pela construção da Casa Borujerdi.

✧ Casa Abbasian:
Construída no final do séc. XVIII, esta mansão foi construída originalmente em cinco pátios interconectados. Posteriormente eles foram separados e 5 diferentes famílias passaram a residir nela. 


✧ Casa Ameri:
Foi construída durante a era Zand, pelo governador Agha Ameri. Esta casa possui 7 pátios, o que indica que sete famílias diferentes também podem ter vivido nela. Ela tem mais de 80 cômodos e o mais alto badgir de todas as casas históricas de Kashan. 

Hamam (casa de banhos) da Casa Ameri 
Apesar de existirem casas históricas similares em outras cidades do Irã, somente em Kashan é possível ver tantas dessas construções tão próximas uma das outras com esta qualidade e padrão de construção e decoração ímpar. 

Se você estiver planejando uma viagem ao Irã, não deixe de incluir a cidade de Kashan em seu roteiro e aproveitar pelo menos uma parte do dia para explorar suas famosas casas históricas! 

Baseado no artigo de Rahman Mehraby do site Destination Iran 


Adoce o chá com seu comentário!

Postar um comentário