HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Os Anjos na tradição Zoroastriana

Dorud amigos! Hoje vamos falar da crença nos anjos numa tradição que remonta à antiga Pérsia! Eles não lembram nem de longe aqueles anjinhos barrocos que você está acostumado a ver nas pinturas decorativas das igrejas ocidentais mas com certeza influenciaram o conceito que temos desses seres nas religiões monoteístas. Na religião Zoroastriana, já encontramos a crença no anjo guardião, que protege cada pessoa, assim o zoroastriano deve observar cuidadosamente às orações dedicadas aquele anjo. 
Segundo à crença zoroastriana existem várias classes desses seres espirituais que habitam ao lado do ser supremo Ahura Mazda. Entre eles se encontram:

SPENTA MAINYU 


"O Sagrado Espírito Criador", ele é o espírito  de Ahura Mazda que atua no mundo. Tem o controle sobre os seres humanos e é também o deus da vida, personificação da luz e bondade.

AMESHAS SPENTAS

Cada um dos  Amesha Spentas personifica um atributo de Ahura Mazda assim como uma virtude humana. No antigo zoroastrismo eles eram os espíritos da luz e eram considerados como os aspectos divinos de Ahura Mazda Posteriormente eles se tornaram divindades distintas com uma personalidade própria. 
Os Amesha Spentas machos governam sobre os elementos da natureza considerados masculinos: fogo, metal e animais. Enquanto as fêmeas governam sobre os elementos considerados femininos: a terra, a água e os vegetais. 
Cada um desses seres também tem um eterno arqui-inimigo que são os  Daevas (demônios) liderados por  Ahriman (a força das trevas).
Entretanto eles nunca são adorados individualmente. Cada um dos Amesha Spentas tinha um papel especial tanto no plano físico, quanto moral e espiritual da criação de Ahura Mazda auxiliando no triunfo das forças da luz contra as trevas.  
No calendário zoroastriano eles dão nome a cada um dos meses do ano. Entre eles estão:


Vohu Manah (Vohu Mano, Vohuman): significa "Mente Sã, Inteligência e Bons Pensamentos". Guardião dos animais, ele é o gerador dos "bons pensamentos, boas palavras e boas ações", porém a ele é dado o live arbítrio para escolher entre o bem e o mal e a responsabilidade de arcar com as consequências de cada ato. Ele é o Princípio Intelectual, portanto, o primeiro Amesha Spenta criado por Ahura Mazda, em quem repousa sua mão direita.


Asha Vahishta(Ardwahisht): significa "Verdade e Justiça", é a Divina Lei e incorpora a retidão, verdade, ordem, justiça e progresso. É a lei universal da integridade. Cada zoroastriano tem o dever de seguir o caminho de Asha em todos os sentidos. Asha é a personificação da "mais justa verdade". Guardião do fogo, ele foi o segundo Amesha Spenta criado e é o mais proeminente entre os  Amesha Spentas masculinos na luta contra os Daevas.



Khshathra Vairya (Shahrewar): significa o "Poder da Retidão" no sentido de manter a paz. Ele é escolhido pelas pessoas livres e sábias. Representa a democracia no corpo e mente, pensamentos, palavras e ações e toda atividade social. Guardião do ar e dos metais, ele também simboliza o auto-controle dos sentidos , assim como a autoridade que zela pela prosperidade e pelo reino de Deus.


Spenta Armaiti (Spandarmad): significa "Santa Serenidade, Devoção", também significa tranquilidade, divina complacência. Ela personifica  a paz e prosperidade e também é a guardiã da terra e fertilidade, filha de  Ahura Mazda. Foi a quarta Amesha Spenta criada simbolizando a devoção ao sagrado e obediência as leis divinas, e também a mente perfeita obtida através da humildade fé, devoção e piedade.


Haurvatat (Hordad): significa "Plenitude, Integridade, Saúde e Realização". É o processo de perfeição e realização do mundo material e evolução espiritual. Ela é a  Amesha Spenta que governa sobre a água e é a personificação de sua perfeição, guardando a natureza espiritual e física da água e trazendo prosperidade e saúde.


Ameretat (Amurdad): significa "Eternidade e Imortalidade". Junto com  Haurvatat,  ela representa  a última meta e realização do desenvolvimento evolucionário e a conquista na terra. Ele é a guardiã das plantas, que personifica a imortalidade e governa os aspectos físicos e espirituais da vida eterna simbolizado no mundo vegetal.

 
FRAVASHIS


Também conhecidos como Arda Fravash ("Sagrados Anjos Guardiães"), eles acompanham e guiam cada pessoa através de sua vida. Originalmente, eles protegiam as fronteiras do céu, mas voluntariamente desceram à terra para permanecerem como indivíduos até o final de seus dias.
Ahura Mazda aconselhou ao profeta  Zoroastro para que invocasse a eles quando estivesse em perigo. Se não fosse pela proteção destes anjos, animais e pessoas não poderiam continuar existindo, porque o malévolo Druj teria destruído todas as criaturas.
Os Fravashi também servem como um modelo que a alma deve empenhar-se em alcançar após a morte. Eles manifestam a energia de Deus e preservam a ordem da criação. Acredita-se que eles têm asas e voam como pássaros e são representados como um disco alado, às vezes com uma pessoa sobre ele (veja o post: O que é Faravahar?).

 
YAZATAS


Significa "os Adoráveis", seres espirituais , merecedores de honra e louvores. Assim como os Amesha Spentas  eles personificam ideias abstratas e virtudes, ou objetos do mundo físico e da natureza. Os Yazatas estão sempre tentando ajudar as pessoas e protegê-las do mal.
Como são mais de 50 Yazatas, falarei sobre eles em outro post, entre os mais conhecidos estão Anahita (personificação das águas) e Mithra (personificação do sol), mas você pode ver uma lista com o nome dos principais e seus significados aqui. 

Por fim, existem outras criaturas espirituais que não entram nas classificações acima como Thwasha, personificação do "Espaço Infinito" e Zrvan Akarana, personificação do "Tempo Infinito".

Baseado em PersianDNA


4 comentários

  1. Muito interessante este assunto. Pela primeira vez consegui ler algo organizado e conciso sobre a religião Zoroastriana. Pena que não temos o Zend Avesta em português, é um lindo livro e merecia tradução para a nossa língua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fábio! Muito obrigada por comentar! Eu também tenho grande interesse por essa religião que tem ensinamentos tão belos que a meu ver influenciaram muito as 3 religiões monoteístas. Também sinto falta de conteúdo em português sobre o Zoroastrismo. Sempre que puder vou postar informações aqui.

      Excluir
  2. Olá Janaina. Excelente o seu blog, estou gostando muito. São belíssimas as ilustrações desses anjos. Sabe me dizer o nome do(a) artista? Não encontrei essa informação nem no site de origem. Meu email de contato é danielmacgon@yahoo.com.br. Paz. Daniel Macedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniel! Muito obrigada pelo comentário! Eu também amei as ilustrações, mas infelizmente não encontrei nenhuma referência ao autor delas. Espero que continue acompanhando o blog!

      Excluir