HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Cartunistas iranianos representam o Nowruz de 1394

Hoje é o 10º dia do Nowruz, o Ano Novo persa! Nesta ocasião, diversos cartunistas iranianos abusaram da criatividade para representar com humor e ironia as expectativas, frustrações e contradições tão comuns a esta época festiva. Confira algumas imagens de cartoons iranianos sobre o Nowruz: 

O Ano Novo persa de 1394 substitui o de 1393! (cartoon de Mohammad Tahani)
"Tudo é tão baraaaato, como estou contente ..." (cartoon de Mohsen Zarifian)
Chaharshanbe Suri, última quarta-feira do ano velho (cartoon de Firoozeh Mozaffari)
"Ano novo, roupa nova?" (cartoon por Mohammad Tahani)

"Haji Firuz: o Nowruz chegou, porque não rimos?" (cartoon de Firoozeh Mozaffari)

Lavando a casa para o Ano Novo (cartoon de Firoozeh Mozaffari)

"O preço do frango cresce como sabzeh" (cartoon por Bahram Tadayyon)
"Pistache engraçadinho! 1kg por 80000 tomans!" (cartoon por  Mohsen Zarifian)

Imagens do site Payvand News 


"Haji Firuz", um clássico do Nowruz de 1978

Este vídeo é um clássico direto do túnel do tempo. No Nowruz de 1357 (1978),  três astros da música pop iraniana, Soli, Faramarz Parsi e Aref, cantam em um especial na TV iraniana, a canção do personagem símbolo desta época. Com vocês, Haji Firuz, trazendo muita alegria para o  Ano Novo persa! 



Saudações de Ano Novo em persa


Salam amigos! Hoje é o 5º dia do Nowruz, e os nossos amigos iranianos continuam festejando. E como o nosso objetivo é estreitar os laços culturais, hoje vamos aprender algumas saudações que você pode usar para desejar um feliz Ano Novo persa: 
Em persa, now significa "novo" e ruz significa "dia". É provável que você encontre diferentes transliterções como noruz, norooz, nawruz ou no-ruz, mas aqui no blog adotamos a forma anglicizada mais comum Nowruz.

As saudações em persa mais comuns são: 
Nowruz Piruz:  que literalmente significa "Ano-novo vitorioso" 
Nowruz Khojasteh Baad:  "que o Ano Novo seja auspicioso".
Sal-e Now Khojasteh Baad:  o mesmo  sentido da frase acima, porém trocando a palavra Nowruz pelo significado literal de "Ano Novo" que é Sal-e Now (sal = ano)

Outras duas formas comuns de felicitação pelo Ano Novo persa, Nowruz Mobarak  e Sal-e Now Mobarak, que significam literalmente "Novo Dia abençoado", fazem uso de  uma palavra  árabe: ( mobarak = abençoado).


Tradições e Rituais do Nowruz


A celebração do Nowruz, que em persa significa "novo dia",  marca o início da primavera, e é comemorada não somente no Irã, mas também em outros países da Ásia Central. Este feriado que geralmente cai entre os dia 20 e 21 de março tem duração de 13 dias. 
A história do Nowruz remonta a 2600 anos atrás, nos tempos do profeta Zoroastro e dos antigos reis persas. Em seus primórdios o Nowruz tinha um forte significado religioso, mas nos tempos atuais é considerado secular, apesar de sua riqueza de simbolismos e tradições. 
O mês de março já começa com o khane tekani,  ritual de limpeza da casa, os sabzi, pequenos vasos de trigo, cevada ou lentilha são cultivados e a visita aos familiares e amigos é obrigatória. 
A chegada do Nowruz é anunciada pelo personagem do Haji Firuz, cantores de ruas, vestidos de roupas vermelhas e rosto pintado de preto, tocando pandeiros. 
No pôr-do-sol na última quarta-feira antes do Ano Novo, fogueiras são acesas para celebrar a 
Chaharshanbe Suri, ou "Quarta-feira Vermelha". Foliões saltam sobre as fogueiras simbolizando a purificação do medo e das fraquezas. Crianças se vestem como fantasminhas para representar os espíritos ancestrais, e batem de porta em porta para pedir doces em um ritual similar ao Halloween.
A parte principal dos rituais de Nowruz é a Haft Sīn, uma mesa decorada com sete elementos simbólicos cujos nomes iniciam com a letra "S". Às vezes, estes incluem os brotos de sabzeh, um pudim de trigo (samanu), uma espécie de oliva persa seca (senjed), alho (sīr), maçãs (sīb), sumagre (somaq) e vinagre (serkeh). A mesa também inclui outros itens como velas, espelho, ovos coloridos e até mesmo um aquário com um peixe dourado.
As refeições de Nowruz são repletas de  guloseimas como doces, bolos, castanhas e refrescos (sherbet).
Alguns dos pratos principais são: 
- Sabzi Polo ba Mahi : arroz tingido de verde com ervas, servido com peixe frito;
- Kuku Sabzi:  suflê de verduras e ervas;
- Reshteh Polo: carne de cordeiro picada com arroz e macarrão;
- Dolmeh Barg: folhas de uva recheadas com uma mistura de arroz e cordeiro moído
- Shekar Polo: pilaf de arroz doce. 
As celebrações do Nowruz, terminam no dia do Sizdah Bedar, com as famílias saindo para comemorar ao ar livre com piquenique nos parques e locais próximos à natureza. O último dia do Ano Novo persa é cheio de brincadeira e diversão em família porque no dia seguinte todos voltam ao trabalho e estudos. 

Baseado em Whats4eats


Nowruz Mobarak 1394! É Ano Novo no Irã!

Imagem: amirskip4life.deviantart.com)
Salam amigos! Só aqui no blog Chá-de-Lima da Pérsia tem Ano Novo duas vezes! E este ano já estamos comemorando o nosso quarto Ano Novo Iraniano, o Nowruz! É 2015 aqui e 1394 lá no Irã!
Quem acompanha o blog há um bom tempo, já deve ter lido vários posts sobre os  rituais e tradições da data mais esperada pelo povo iraniano. Mas para quem está começando a conhecer esta cultura, vale a pena embarcar nessa maravilhosa festa de 13 dias! 
E para comemorar, como sempre fazemos, em grande estilo: a partir de hoje vamos comemorar os 13 dias com músicas, poesias e muito mais informações sobre o Nowruz. 

Prepare a sua Haft-Sin, abra a porta para o Haji Firuz e o Amu Nowruz, e venha celebrar com a gente aqui no nosso chá! 

✹   !سل نو مبارک  ✹ 
 Sale no mobarek!  


Atores Iranianos: Peyman Moaadi

Peyman Moaadi
Peyman Moaadi (ou Maadi) é atualmente um dos atores iranianos mais aclamados internacionalmente. Nasceu em 1972 na cidade de Nova York, filho de um casal de imigrantes iranianos, mas sua família retornou ao Irã quando ele tinha 5 anos de idade. Graduado em Engenharia Metalúrgica pela  Universidade Azad de Karaj, Maadi iniciou sua carreira no cinema como roteirista com o filme Swan Song (2009). 
Ele escreveu roteiros para diversos filmes iranianos de sucesso, porém sua estréia como ator se deu no filme  À Procura de Elly (2009) do diretor Asghar Farhadi. Dois anos mais tarde,  ele recebeu o Urso de Prata de melhor ator principal com o personagem  Nader no também dirigido por Farhadi, A Separação (2011)  no Festival Internacional de Cinema de Berlim. 
Em 2013 ele dirigiu o drama The Snow on the Pines, premiado no Festival Internacional de Cinema de  Fajr em Teerã. Em 2014 ele aparece no elenco do drama independente norte-americano Camp X-Ray, e faz uma participação no longa de ação Last Knightsalém de atuar no seriado Criminal Justice no canal HBO. 
Atualmente ele reside em Teerã onde administra sua empresa Peyman Watch Gallery e é casado com Rana Hamidi, com quem tem duas filhas.  

>> Veja os papéis mais marcantes do ator Peyman Moadi: 

À Procura de Elly (2009), como Peyman
A Separação (2011), como Nader
Camp X-Ray (2014), como Ali Amir
Fontes: IMDb e Wikipedia


Mah Banoo Ensemble - Ma Ra Bas

O virtuosismo da música tradicional iraniana ganha tessituras delicadas e encantadoras nesta parceria do maestro Majid Derakhshani com o grupo Mah Banoo. Este fenômeno de talentos musicais femininos encanta com seus figurinos suntuosos e performances vocais e instrumentais ao mesmo tempo seguras e graciosas! Viva às mulheres da Pérsia e do mundo inteiro! 



Os Anjos na tradição Zoroastriana

Dorud amigos! Hoje vamos falar da crença nos anjos numa tradição que remonta à antiga Pérsia! Eles não lembram nem de longe aqueles anjinhos barrocos que você está acostumado a ver nas pinturas decorativas das igrejas ocidentais mas com certeza influenciaram o conceito que temos desses seres nas religiões monoteístas. Na religião Zoroastriana, já encontramos a crença no anjo guardião, que protege cada pessoa, assim o zoroastriano deve observar cuidadosamente às orações dedicadas aquele anjo. 
Segundo à crença zoroastriana existem várias classes desses seres espirituais que habitam ao lado do ser supremo Ahura Mazda. Entre eles se encontram:

SPENTA MAINYU 


"O Sagrado Espírito Criador", ele é o espírito  de Ahura Mazda que atua no mundo. Tem o controle sobre os seres humanos e é também o deus da vida, personificação da luz e bondade.

AMESHAS SPENTAS

Cada um dos  Amesha Spentas personifica um atributo de Ahura Mazda assim como uma virtude humana. No antigo zoroastrismo eles eram os espíritos da luz e eram considerados como os aspectos divinos de Ahura Mazda Posteriormente eles se tornaram divindades distintas com uma personalidade própria. 
Os Amesha Spentas machos governam sobre os elementos da natureza considerados masculinos: fogo, metal e animais. Enquanto as fêmeas governam sobre os elementos considerados femininos: a terra, a água e os vegetais. 
Cada um desses seres também tem um eterno arqui-inimigo que são os  Daevas (demônios) liderados por  Ahriman (a força das trevas).
Entretanto eles nunca são adorados individualmente. Cada um dos Amesha Spentas tinha um papel especial tanto no plano físico, quanto moral e espiritual da criação de Ahura Mazda auxiliando no triunfo das forças da luz contra as trevas.  
No calendário zoroastriano eles dão nome a cada um dos meses do ano. Entre eles estão:


Vohu Manah (Vohu Mano, Vohuman): significa "Mente Sã, Inteligência e Bons Pensamentos". Guardião dos animais, ele é o gerador dos "bons pensamentos, boas palavras e boas ações", porém a ele é dado o live arbítrio para escolher entre o bem e o mal e a responsabilidade de arcar com as consequências de cada ato. Ele é o Princípio Intelectual, portanto, o primeiro Amesha Spenta criado por Ahura Mazda, em quem repousa sua mão direita.


Asha Vahishta(Ardwahisht): significa "Verdade e Justiça", é a Divina Lei e incorpora a retidão, verdade, ordem, justiça e progresso. É a lei universal da integridade. Cada zoroastriano tem o dever de seguir o caminho de Asha em todos os sentidos. Asha é a personificação da "mais justa verdade". Guardião do fogo, ele foi o segundo Amesha Spenta criado e é o mais proeminente entre os  Amesha Spentas masculinos na luta contra os Daevas.



Khshathra Vairya (Shahrewar): significa o "Poder da Retidão" no sentido de manter a paz. Ele é escolhido pelas pessoas livres e sábias. Representa a democracia no corpo e mente, pensamentos, palavras e ações e toda atividade social. Guardião do ar e dos metais, ele também simboliza o auto-controle dos sentidos , assim como a autoridade que zela pela prosperidade e pelo reino de Deus.


Spenta Armaiti (Spandarmad): significa "Santa Serenidade, Devoção", também significa tranquilidade, divina complacência. Ela personifica  a paz e prosperidade e também é a guardiã da terra e fertilidade, filha de  Ahura Mazda. Foi a quarta Amesha Spenta criada simbolizando a devoção ao sagrado e obediência as leis divinas, e também a mente perfeita obtida através da humildade fé, devoção e piedade.


Haurvatat (Hordad): significa "Plenitude, Integridade, Saúde e Realização". É o processo de perfeição e realização do mundo material e evolução espiritual. Ela é a  Amesha Spenta que governa sobre a água e é a personificação de sua perfeição, guardando a natureza espiritual e física da água e trazendo prosperidade e saúde.


Ameretat (Amurdad): significa "Eternidade e Imortalidade". Junto com  Haurvatat,  ela representa  a última meta e realização do desenvolvimento evolucionário e a conquista na terra. Ele é a guardiã das plantas, que personifica a imortalidade e governa os aspectos físicos e espirituais da vida eterna simbolizado no mundo vegetal.

 
FRAVASHIS


Também conhecidos como Arda Fravash ("Sagrados Anjos Guardiães"), eles acompanham e guiam cada pessoa através de sua vida. Originalmente, eles protegiam as fronteiras do céu, mas voluntariamente desceram à terra para permanecerem como indivíduos até o final de seus dias.
Ahura Mazda aconselhou ao profeta  Zoroastro para que invocasse a eles quando estivesse em perigo. Se não fosse pela proteção destes anjos, animais e pessoas não poderiam continuar existindo, porque o malévolo Druj teria destruído todas as criaturas.
Os Fravashi também servem como um modelo que a alma deve empenhar-se em alcançar após a morte. Eles manifestam a energia de Deus e preservam a ordem da criação. Acredita-se que eles têm asas e voam como pássaros e são representados como um disco alado, às vezes com uma pessoa sobre ele (veja o post: O que é Faravahar?).

 
YAZATAS


Significa "os Adoráveis", seres espirituais , merecedores de honra e louvores. Assim como os Amesha Spentas  eles personificam ideias abstratas e virtudes, ou objetos do mundo físico e da natureza. Os Yazatas estão sempre tentando ajudar as pessoas e protegê-las do mal.
Como são mais de 50 Yazatas, falarei sobre eles em outro post, entre os mais conhecidos estão Anahita (personificação das águas) e Mithra (personificação do sol), mas você pode ver uma lista com o nome dos principais e seus significados aqui. 

Por fim, existem outras criaturas espirituais que não entram nas classificações acima como Thwasha, personificação do "Espaço Infinito" e Zrvan Akarana, personificação do "Tempo Infinito".

Baseado em PersianDNA