HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Biscoitos Klucheh, a doçura do Norte do Irã

Biscoitos Klucheh de Fuman
Salam amigos! Recebi alguns pedidos para divulgar aqui a receita dos biscoitos Klucheh, que fazem parte da culinária do Norte do Irã e que são preparados geralmente em ocasiões especiais. Os Klucheh mais famosos são os da cidade de Fuman, na província de Gilan. Eu tive a oportunidade de experimentar os melhores Klucheh do Irã na própria cidade de Fuman quando estive em viagem no ano passado. Ah, vocês devem estar se perguntando se são bons mesmo? Imagine um biscoito amanteigado com uns 10 cm de diâmetro, uma massa bem macia e um recheio generoso de nozes e, que aroma gostoso!
Bem, eu não entendo nada de culinária e nunca tentei fazer em casa. Talvez essa receita nem seja exatamente a dos biscoitos originais do Irã, mas eis aqui para quem quiser experimentar:

Biscoitos Klucheh  

Ingredientes:

Massa:
250 g de farinha branca
250 g farinha fermentada
55 ml de leite
55 ml de iogurte natural
85 g de manteiga derretida
2 ovos batidos
1 gema de ovo para pincelar
70 g de açúcar refinado
1 colher de chá de sal
7 g de fermento em pó
1 colher de chá de açúcar
50 ml de água quente
Recheio:
25 g de nozes picadas
25 g de açúcar de confeiteiro
1 colher de chá de canela

Modo de preparo:

1 - Para fazer o recheio: triture as nozes em  um processador de alimentos, adicione o açúcar de confeiteiro e a canela e misture bem. Reserve.
2- Peneire a farinha em uma tigela grande e depois misture o sal. Reserve.
3- Em uma tigela pequena dissolva uma colher de chá  na água morna e salpique o fermento em pó por cima. Cubra com filme plástico e deixe descansar por dez minutos até formar uma espuma.
4- Em outra tigela, adicione a manteiga derretida, o leite, o iogurte e o açúcar e mexa,  e acrescente por último os 2 ovos batidos.  Adicione a espuma de fermento e mexa bem.
5- Faça um buraco na farinha e adicione os outros ingredientes. Agite lentamente trazendo a farinha aos poucos até que ela cubra todos. Coloque em um batedeira e bata por 6 minutos até obter uma massa sedosa e elástica.
6- Unte uma tigela com óleo e coloque a massa. Cubra-a com um pano e deixe crescer em um lugar quente. por  cerca de 1 a 2 horas. Não se preocupe se ela não crescer rapidamente. Quanto mais devagar ela crescer melhor o sabor.
7 - Quando a massa crescer até dobrar de tamanho, retire-a da tigela e sobre uma superfície levemente enfarinhada, amasse-a novamente por alguns minutos.
8- Faça de 10 a 12 bolinhas com a massa e, em seguida, amasse cada uma com um rolo para formar os biscoitos. Coloque uma colher de chá bem cheia do recheio de nozes no centro dos biscoitos, puxe as bordas da massa para cima, embrulhando o recheio e aperte bem para fechar. Vire-os de cabeça para baixo com a juntar por baixo e amasse novamente com o rolo formando discos bem largos.
9- Para fazer os desenhos de em forma de espirais e círculos em cima dos biscoitos, os iranianos utilizam um carimbo de bronze especial. Você pode improvisar usando forminhas de metal com desenhos diferentes. Um dos segredos é pressionar bem forte para que os desenhos não desapareçam quando a massa crescer no forno.
10- Coloque os biscoitos em uma assadeira e pincele com a gema de ovo batida, certificando-se de cobrir as bordas.
11- Deixe assar por 15 a 20 minutos. É importante verificar se estão assando por igual. Eles estão prontos quando tiverem uma bela cor marrom dourada.
12- Desenforme e deixe esfriar. Guarde-os em um pote bem fechado. O ideal é consumir em até 2 dias.


Espero que tenham gostado do post e quem conseguir preparar os biscoitos por favor me chame para provar! Noshe jan! Bon apetit!

(Receita baseada em Fig & Quince )


4 comentários

  1. Olá!
    Minha filha está fazendo um trabalho na escola sobre o Irã!Quero te agradecer pela publicação detalhada da receita do biscoito Klusheh, pois eles pretendem distribuir como degustação no dia da 'Mostra cultural' da escola, onde será apresentando o trabalho.Gostaria de perguntar se você ou um dos leitores do blog, teria o endereço de algum estabelecimento em Porto Alegre/RS, onde pudéssemos encontrar algum objeto típico da cultura Iraniana, como bonecos, esculturas, etc...
    Obrigado por suas dicas e parabéns pela forma acessível,como divulga esta cultura tão interessante.
    Rejane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rejane! É com muita alegria que eu compartilho aqui tudo que descubro sobre a cultura iraniana e fico ainda mais feliz quando descubro que o blog está servindo de referência para pesquisas escolares também. É uma pena que eu não conheça Porto Alegre ainda. Sugiro que tente procurar artesanato iraniano em lojas que vendem artigos indianos ou lojas islâmicas. Depois me conta se deu certo a receita dos biscoitos!
      Obrigada a você pela visita ao blog!
      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Hmm!Parece gostoso!Também tenho um baita dum trabalho pra fazer sobre a cultura iraniana na escola e precisava de uma receita fácil pra fazer e essa é perfeita.Agradeço muito!É uma cultura muito legal!Obrigada mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Hmm!Parece gostoso!Também tenho um baita dum trabalho pra fazer sobre a cultura iraniana na escola e precisava de uma receita fácil pra fazer e essa é perfeita.Agradeço muito!É uma cultura muito legal!Obrigada mesmo!

    ResponderExcluir