HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Ilha Hormuz, o paraíso das cores no Golfo Pérsico

Praia de Kherz, na Ilha Hormuz
Salam amigos! Como ontem foi o Dia Nacional do Golfo Pérsico, me senti inspirada a pesquisar um pouco mais sobre as ilhas que fazem parte dessa região. Hoje vamos conhecer a Ilha Hormuz (ou Ormuz), que é uma das ilhas iranianas do Golfo Pérsico, localizada no estreito de Hormuz, que faz parte da província de Hormozgān.
A ilha Hormuz é de origem vulcânica e os seus 42 km² de superfície são cobertos por rochas sedimentares. Os antigos gregos a conheciam como Organa, mas no período islâmico ela passou a se chamar Jarun. O nome de Hormuz veio de uma importante cidade portuária no continente a 60kms da ilha que foi o centro de um principado menor em ambos os lados do estreito.  Uma nova cidade foi construída na ponta norte da ilha de Jarun, que foi chamada de Nova Hormuz, para distingui-la da velha Hormuz do continente. Pouco a pouco o nome da nova cidade passou a ser usado para toda a ilha.

O Forte construído pelos portugueses no séc. XVI
A ilha extremamente árida e quente durante o verão não era o local ideal para a capital do principado, devido a ausência de água potável que tinha que ser trazida do continente. Porém, sua localização segura permitiu o crescimento de um comércio portuário durante séculos. Em 1507, o explorador português Afonso de Albuquerque, capturou a ilha que se tornou parte do Império de Portugal. Mas em 1622 a ilha foi resgatada  por uma aliança militar entre persas e ingleses. Uma das atrações mais famosas da ilha, o Forte de Nossa Senhora da Conceição, um castelo de pedra vermelha, construído pelos portugueses na ponta norte da Ilha é um dos últimos monumentos sobreviventes do reinado dos portugueses no Golfo Pérsico. 
Quando Shah Abbas I decidiu trocar o centro comercial para a cidade continental de Bandar Abbas, Hormuz começou a entrar em declínio. Até o séc. XIX, a ilha permaneceu habitada basicamente por pescadores, e exportava pequenas quantidades de minérios e passou a ter um certo desenvolvimento só no final do séc. XX.

Criança e mulheres da Ilha Hormuz (Imagem do site: River Art)
Montanhas de terras coloridas atraem artistas (Imagem do site: River Art)
Paradise Art Center (Imagem do site: River Art)
Atualmente a Ilha de Hormuz tem muitas atrações turísticas. Suas montanhas de terras coloridas, pedras multicores e cavernas de sal, além de uma belíssima natureza e um povo hospitaleiro são inspiradoras para os artistas. Além disso, o clima extremamente agradável durante os meses  entre o final do outono e inverno convidam os turistas a passarem as férias na ilha.  Para os amantes da arte e da natureza vale a pena conhecer o Paradise Art Center que possui um programa de residência para artistas contemporâneos da arte ambiental que também conta com a participação da população local (veja também o post: Um super tapete de areia na Ilha de Hormuz).

Baseado em Wikipedia


Adoce o chá com seu comentário!

Postar um comentário