HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Cinema Iraniano: Exílio no Iraque

FILME DO MÊS: Em meio à guerra, na fronteira Irã-Iraque, três homens partem em uma missão quase impossível... 


Exílio no Iraque, também conhecido como Canções da Terra de Minha Mãe, dirigido por Bahman Ghobadi retrata o cenário do Curdistão iraniano durante a guerra Irã-Iraque (1980-88). Mirza, um famoso músico curdo acompanhado de seus dois filhos, está determinado a encontrar Hanareh, sua ex-esposa que está do outro lado da fronteira em apuros.
Várias cenas de humor e drama, se intercalam neste filme épico. Durante a maior parte do filme, Mirza e seus filhos atravessam uma terra montanhosa e árida quase sem lei, onde o frio é congelante e os refugiados curdos vivem em condições precárias. Mas durante a jornada o trio também encontra momentos de ternura. Barat o filho que ainda é solteiro, ao ouvir uma moça cantar propõe casamento a ela sem mesmo ter visto seu rosto. Porém, ela recusa quando ele diz que ao se casarem não permitira que sua mulher cantasse em público. O outro filho  Audeh, por outro lado tem sete esposas e 13 filhas e quer encontrar uma esposa que dê a ele um filho homem.
Exílio no Iraque é visivelmente um retrato das condições de vida do povo curdo durante o governo de Saddam Hussein.  Por exemplo, fica implícita a ideia de que Hanareh, a esposa de Mirza, o deixou após a Revolução de 1979, quando as mulheres foram proibidas de cantar no Irã.  E também, a face de Hanareh nunca é mostrada, após ter sido gravemente ferida pelas armas químicas do Iraque, como uma metáfora as condições desumanas vividas por milhares de curdos invisíveis aos olhos do mundo.

Exílio no Iraque (2002) 
Irã| Drama | 108 min.| cor
Direção: Bahman Ghobadi
Título Original: Gomgashtei dar Aragh 
Título em inglês: Marooned in Iraq
Elenco: Shahab Ebrahimi, Faegh Mohamadi, Allah-Morad Rashtian, Rojan Hosseini, Saeed Mohammadi, Iran Ghobadi, Hossein Rashid-Ghamat, Fathollah Sa'edi, Mariam Pouyani, Bahram Sarbazi    

>> Legendado em inglês e árabe



Adoce o chá com seu comentário!

Postar um comentário