HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

O novo Museu do Mestre Kamalolmolk

Palácio de Negarestan, o mais novo museu de Teerã
O Palácio de  Negarestan, um monumento da era Qajar localizado próximo da Praça Baharestan em  Teerã, acaba de ser transformado em um museu para abrigar as obras do grande pintor Kamalolmolk (1847-1940) e seus discípulos. O edifício histórico foi adaptado pela prefeitura de Teerã e inaugurado na última terça-feira.Segundo um dos responsáveis pela criação do museu, "Kamalolmolk se inspirou na cidade de Teerã na maioria de seus trabalhos e suas pinturas das colinas e do Palácio de Golestan, refletem a atmosfera e cultura de Teerã naquela época".
Segundo o artista Parviz Kalantari, ele é lembrado com um mestre e um dos destaques no desenvolvimento das artes visuais no modernismo em Teerã. Nas palavras do artista e crítico Aydin Aghdashlu, Kamalolmolk é um dos maiores pintores da história da arte iraniana. "Ele é precioso por causa de seus trabalhos e de sua posição. Dificilmente encontramos um pintor que teve fama e uma boa posição enquanto ainda era vivo, uma vez que a maioria dos artistas ficaram famosos anos após a morte... "

Jardim do Museu
Interior do museu com obras de Kamalolmolk e seus discípulos
Mohammad Ghaffari, mais conhecido como Kamal-ol-Molk, nasceu em  Kashan em 1847 de uma família fortemente ligada às artes, e foi sem dúvida dum dos artistas mais proeminentes do Irã. Seu tio  Mirza AbolHassan Khan Ghaffari, conheico como Sanee-ol-Molk,  um celebrado pintor do séc. XIX apelidado de Michelangelo da Persia, foi inigualável em seus retratos em aquarela. Seu pai, Mirza Bozorg Ghaffari Kashani, foi o fundador da escola de pintores do Irã e tambum um artista famoso. Seu irmão, AbuTorab Ghaffari, também era um pintor distinto nesta época.. Mohammad desenvolveu seu interesse pela caligrafia e pintura desde a juventude. Em sua infância ele já adorava desenhar com carvão nas paredes de seu quarto. Alguns desses desenhos ainda  hoje podem ser vistos nesta mesma casa. Ele estudou em Teerã na escola  politécnica Dar ol Fanun e devido a seu rápido progresso foi chamado para ser o pintor real de Nasruddin Shah aos18 anos de idade, de quem recebeu o título de Kamal-ol-Molk (o maior mérito). Em 1896, foi enviado a Europa para continuar seus estudos em Paris, Florença e Versalhes. Ao voltar para o Irã 1898 foi invejado por alguns membros da corte real, e por isso teve que fugir para a cidade de Karbala no Iraque  alegando motivo de peregrinação onde permaneceu durante algum tempo. Após seu falecimento em 1940 foi enterrado na cidade de  Nishapur junto ao túmulo do poeta  sufi Attar.

Veja algumas pinturas famosas do mestre Kamalolmolk:

Auto-retrato de Kamalolmolk (1921)
Salão dos espelhos do Palácio de Golestan  (1882)
O Subúrbio de Dushan Tappe, Teerã (1899)
Meninas mendigas (1889)
O Ferreiro, s.d
Os Adivinhos de Bagdá, s.d
Baseado em Payvand News e  Wikipedia


4 comentários

  1. Lindas telas, muito gratificante receber informações de tamanha beleza e importância. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Francis, seja muito bem vindo e obrigada pelo comentário!

      Excluir
  2. Oi Janaina, parabens pelo blog, estou aprendendo muito com ele! Moro em Dubai mas estarei no Tehran na proxima semana, super ansiosa, mas com certeza será uma experiencia incrivel! Um super beijo :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cláudia, fico muito feliz que esteja aproveitando o blog! Espero que tenha uma viagem fantástica e se quiser compartilhar suas impressões aqui será muito bem vinda. Saudações a Dubai!

      Excluir