HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Mais um Ramadan sem a voz de Shajarian?

Maestro Mohammad -Reza Shajarian,
e os versos em árabe do  Rabana 
Todo mês de Ramadan por mais de 30 anos, milhões de iranianos ligavam suas TVs ou aparelhos de rádio para ouvir uma oração especial pouco antes da hora do Eftar (quebra do jejum à noitinha). O nome dessa oração é Rabana ("Nosso Senhor", em árabe), uma performance de tirar o fôlego na voz do grande maestro Mohammad-Reza Shajarian, que consistia em  quatro seções de versos do Alcorão em árabe, começados com a frase "Nosso Senhor "e cantada como uma oração conjunta, com base em melodias tradicionais persas (ouça a recitação da Rabana no post: Ramadan: A Hora do Eftar com a voz de Shajarian).
Muitos iranianos religiosos consideravam esse momento como a  forma perfeita de agradecer a Deus e pedir sua misericórdia e perdão no final de mais um dia de dever religioso cumprido. E também milhares de não-crentes,  tem imenso respeito pelas preces Rabana. Alguns dos versículos recitados por Shajarian são:
"Nosso Senhor, concede-nos a mercê da tua presença, pois tu és o concessor de bênçãos sem medida... Nosso Senhor, acreditamos, então perdoa-nos e tem piedade de nós, pois tu és o melhor com aqueles que mostram misericórdia."
Mas, infelizmente este ano, durante o  Ramadã, no Irã, os fiéis com fome e sede à espera de Eftar ficaram desapontados mais uma vez por não ouvir Rabana transmitida por tantos anos pela emissora estatal Islamic Republic of Iran Broadcasting (IRIB). Na verdade, a IRIB já havia interrompido a exibição da oração, há três anos, quando Shajarian declarou publicamente ser pró-oposição e deu uma entrevista à BBC Persian criticando a censura do governo aos artistas em  seu país.
No início da semana, Kamalodin Pirmoazen, um membro do parlamento iraniano, pediu a IRIB para continuar transmitindo a oração. O presidente recém-eleito do Irã, Hassan Rouhani, que deverá ser empossado no próximo mês, também é um admirador de Shajarian, a quem descreveu como um grande músico durante uma transmissão do debate ao vivo na televisão nacional. No entanto, Ali Darabi, vice-chefe da IRIB, indicou nesta terça-feira que Rabana permaneceria na lista negra da rede. "
Shajarian é um crítico ferrenho da IRIB, acreditando que a rede distorce a realidade e já havia escrito uma carta ao seu diretor, Ezzatollah Zarghami, que proíbe a rede de transmitir suas canções, exceto  Rabana
Então quem sabe no próximo Ramadan com o novo presidente, os iranianos terão de volta a voz de Shajarian na hora do Eftar?

(Adaptado de The Guardian)


2 comentários

  1. Salam, Jana Jan!

    cada coisa que acontece...somente a esperança por um mundo mais igualitário pode nos manter na luta.
    Tenha um final de semana iluminado pelos versos de Rumi e por seu chá de lima, que adoça terras além da Pérsia.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam poetisa do khaleej! Me alegra também sua visita por aqui neste fim de semana! Que a beleza que vem por meio da arte preencha seu mundo! Beijo grande!

      Excluir