HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

O que aconteceu com as meninas do filme "A Maçã"?

As gêmeas Zahra e Masoumeh Naderi no filme "A Maçã"
Salam amigos da Pérsia que me enviaram esta pergunta! Confesso que revirei muito o Google para achar alguma informação sobre o caso das gêmeas Naderi que ficou conhecido no mundo inteiro através do premiado filme "A Maçã" feito por Samira Makhmalbaf em 1998. Uma das únicas descrições que encontrei  está no site dos cineastas da própria família  Makhmalbaf, não está datado, mas provavelmente haviam se passado 6 anos depois do filme e as garotas estavam com 19 anos:
Masoumeh e Zahra Naderi, as duas meninas que atuaram no filme documentário "A Maçã" feito por Samira Makhmalbaf , tinham desenvolvido um atraso social devido a estarem presas em sua própria casa por 11 anos (dos 2 aos 13 anos de idade). Depois de seu primeiro sucesso, [que foi protagonizar o filme] , agora elas obtiveram mais um sucesso. Outra família as adotou e as  portas se abriram para elas. Elas têm ido para a escola e, eventualmente, este ano Masoumeh e Zahra Naderi foram escolhidas como alunas ilustres da terceira série do ensino fundamental de sua escola com a média de 19/90 para Masoumeh e 20 para Zahra. Masoumeh quer ir para a universidade e estudar engenharia elétrica, Zahra tem a intenção de se tornar uma engenheira civil.

Masoumeh e Zahra aos 19 anos
As outras informações um pouco mais completas que encontrei estão no site persa Hamshahri Newspaper, que precisei da ajuda de uma amiga iraniana para traduzir. Atualmente, as duas meninas já devem ter uns 28, mas as informações que se seguem também são da mesma época citada acima quando elas ainda tinham 19 anos: 
A irmã que se chama Zahra ainda vive com seu pai, ela  gostaria muito de  ser uma diretora de cinema como [Samira Makhmalbaf], mas atualmente trabalha em uma oficina de costura perto de sua casa. Ela gosta muito de fazer tarefas domésticas (cozinhar, limpar...) A outra irmã que se chama  Massoumeh, já é casada e tem sogros muito amáveis que a respeitam muito e ela também está feliz com seu marido...
Após o lançamento de "A Maçã" (1998) , o pai da diretora ,Mohsen Makhmalbaf doou uma parte do dinheiro arrecadado com o filme para o pai das meninas (Ghorban Ali Naderi) que receberam cuidados de ONGs e foram adotadas temporariamente por outra família. Mas depois de alguns anos, o pai pediu de novo pela guarda das filhas, mas após todo o processo de reestabelecimento social a família vive muito  melhor do que antes .

Confesso que essa pesquisa me deixou curiosa para saber por onde andam também crianças de outros filmes iranianos.  Para quem já assistiu  "Bashu, o Pequeno Estrangeiro" deve se lembrar do adorável garoto Adnan Afravian. Porém o momento de estrelismo de Bashu não foi muito adiante na vida do rapaz  que atualmente tem 38 anos e trabalha vendendo cigarros na cidade de Ahvaz, no sul do Irã. (Veja a foto dele aqui).
Outro exemplo distinto é o filme "Onde fica a casa do meu amigo?" de Abbas Kiarostami protagonizado pelo menino Babak Ahmadpoor no final dos anos 80 e que alguns anos depois reapareceu já  pré-adolescente em outro filme do diretor, "E a vida continua..." encenado após um terrível terremoto no norte do Irã em 1991.
Em um primeiro momento pode parecer triste que essas crianças sejam expostas a um momento de fama e depois esquecidas. Mas muitos de nós desconhecemos que a maioria dos filmes iranianos são estrelados por não-atores, entre eles crianças que não estão fazendo nada mais do que representar sua própria vida, assim como ela é na realidade. Gostaria de saber também por onde andam o menino do clássico "O Corredor" de Amir Naderi, as crianças de "Filho do Paraíso" de Majid Majidi e a garotinha de "Balão Branco" de Jafar Panahi...


19 comentários

  1. Salam, azizam!
    Nós sabíamos que você não iria desistir de pesquisar! ^_^ Muito obrigada, este artigo está mega interessante!
    Khodaafez!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam azizam Eli! Muito obrigada pelo comentário, valeu a pesquisa né?
      Boos!!!

      Excluir
  2. Oi, jana! Você está bem?
    Adorei saber mais sobre as crianças que atuaram... quando encontrar mais informações, publique-as para nós!
    Gosto muito dos desfechos reais, como daquela famosa garota afegã, dos "olhos de vidro"... hoje uma dona de casa normal, mas humana.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Olá Janaína, sou uma apaixonada pelo cinema iraniano, o primeiro filme que assisti foi "O Balão Branco" no canal Futura, fiquei impressionada com tamanha sensibilidade e realismo, de lá para cá já assisti vários filmes e cada vez me apaixono mais. Estou sempre buscando na internet outros filmes para assistir e numa dessas buscas encontrei teu blog que ADOREI!! Assisti o documentário "A Maçã" e fiquei muito comovida com a história das gêmeas e fico muito feliz em saber, através de vc, que tudo valeu à pena e elas estão bem! Parabéns pela sua pesquisa e pelo seu blog, vou aproveitar suas dicas de filmes aqui e seguir aprofundando meus conhecimentos sobre o cinema iraniano, que adoro! Seguido vou vir aqui tomar um chá!! Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrícia, que coincidência! Balão Branco também foi um dos primeiros filmes que assisti, mas já faz muuuuuitos anos e lembro que passou na Mostra Internacional de Cinema. A Maçã é um dos filmes que mais me impressiona também, porque os limites entre realidade e ficção simplesmente desaparecem. Realmente valeu muito a pena o esforço de reintegrá-las a sociedade e vemos que Zahra e Masoumeh se tornaram belas moças. Continue sim aprofundando seu conhecimento e seja muito bem vinda ao nosso chá!
      Bjs!

      Excluir
  4. Vim buscar informações sobre as gêmeas de A Maça, e encontrei seu lindo blog, excelente trabalho, parabéns...

    ResponderExcluir
  5. Oi Janaína...tudo bem?

    Eu adoro a cultura Iraniana e sempre visito seu blog. A menina do filme Balão Branco, Aida Mohammadkhani, atualmente é PhD em Neurociência na Clinical Psychology from Alzahra University. Está lindíssima!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A propósito, meu nome é Patricia, rs...esqueci de colocar no comentário acima...

      Excluir
    2. Oi Patrícia! Seja bem vinda sempre! Muito obrigada pela informação! Fico muito feliz em saber dessa notícia, você sabe em que link posso ver fotos dela?

      Beijos!

      Excluir
  6. Prezada Janaina Elias,

    Gostaria de saber o que aconteceu com o garoto que protagonizou o filme O SILÊNCIO, do diretor iraniano Mohsen Makhmalbaf.

    http://tvbrasil.ebc.com.br/ciclos-de-cinema/episodio/o-silencio

    Grato, Alex.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alex,
      Obrigada pela sugestão, vou tentar descobrir :)

      Excluir
  7. Janaina, a menina que fez O Balão Branco, Aida Muhamedkani se tornou uma bonita mulher e vive ainda em Teerã. Fez universidade e é formada em Psicologia Clínica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cícero, que notícia bacana! Você tem o link de onde posso encontrá-la?
      Abraços

      Excluir
  8. Prezada Janaína, adorei esse site, assisti ao filme e fiquei curioso sobre a vida dessa meninas. Confesso que não imaginei que fosse tudo real. Até pensei: "nossa, como essas meninas interpretam bem!". Mas, agora vejo que foi muito real. Que bom que elas estão bem! Abraços, do RJ, Gabriel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriel! Fico muito feliz que essa descoberta tenha contribuido para ampliar seus horizontes! Seja muito bem-vindo ao nosso Chá! Saudações ao Rio! Abraços da Pérsia!

      Excluir
  9. Oii, também sempre me pergunto sobre o que aconteceu aos pequenos de Tempos de Cavalos Bebados, principalmente o menor deles. Gostei de sua iniciativa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário e pela sugestão! Vou tentar descobrir, uma vez que são personagens da vida real, também tenho grande curiosidade...

      Excluir
  10. Então as meninas se auto representaram no filme/ São elas mesmas as personagens?

    ResponderExcluir