HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Curta-metragem: "Não Acontece todo Dia"

Salam amigos! Vejam que delicadeza esse curta-metragem iraniano. Sem diálogos e com o mínimo de recursos, a história nos mostra através de detalhes sutis que muitas vezes o que percebemos como a indiferença em um relacionamento pode ter outro significado. O autor é Mohammad Reza Kesharvaz, um jovem diretor não muito conhecido. 


5 comentários

  1. Salam, azizam Jana!

    fascinante!
    Por isso, é preciso respeitar o tempo, o espaço, o jeito de ser do outro, antes que julgamentos desunam as pessoas.

    Bause.

    ResponderExcluir
  2. Jana, hoje houve um tremor de terra maior no Irã e foi sentido em Abu Dhabi, Al Ain e até em Dubai....
    A Terra está agitada....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam azizam Denise! Fico feliz que tenha gostado do curta-metragem, é uma mensagem simples mas com grande apelo, não?
      E infelizmente vi sim a notícia do segundo tremor na região de Sistan-e-Baluchistan :( Estou acompanhando as notícias... fico triste de pensar que tantas vidas se perdem nessas circunstâncias. Que Allah cuide de todas as vítimas e seus familiares...
      Bauses!

      Excluir
  3. Salam, Janaína. Achei o vídeo legal, mas imaginei o final já no início. Qual é a música que toca no final? Observei que a personagem feminina lê em braile como no Ocidente, em vez de ser da direita para a esquerda, como no farsi ou árabe. Por que? Você sabe? Abraço, JH.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam querido JH, o que eu mais gosto desse video não é nem a história, mas a sutiliza dos detalhes, a flor amassada no meio do livro e esmagada pela sola do sapato do rapaz parece simbolizar alguma coisa. Quanto a leitura do braile, fui conferir em uma cena do filme "A Cor do Paraíso" de Majid Majidi, que os meninos também leem desse mesmo jeito na cena da escola para cegos. O nome da música não encontrei...
      Abraços!

      Excluir