HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

O que é Termeh?

O Termeh é um tipo de tecido artesanal, conhecido como kashmere iraniano produzido especialmente nas províncias de Yazd e Kerman.  Ele é empregado em toalhas de mesa, acessórios de decoração, roupas de cama, echarpes e até em vestimentas. 
Geralmente as peças são feitas com fibras de lã (pashm) e seda natural (abrisham), por artesãos especializados chamados de Goushvareh-kesh com a ajuda de assistentes, pois é um processo que exige muita sensibilidade  delicadeza e dedicação. Um bom tecelão consegue produzir apenas de 25 a 30 cm por dia! As cores de fundo geralmente são vermelho vivo, vermelho claro, verde, laranja ou preto. Alguns dos artigos mais finos, como a sofreh (toalha forrada no chão), que as vezes contem detalhes bordados com fios  de ouro e prata são usados em casamentos e cerimônias. 
Um dos padrões mais conhecidos do Termeh é o Botteh que conhecemos aqui no ocidente como "estampa de caxemira". Ele representa a árvore do cipreste que é o símbolo zoroastriano da vida. Nos desenhos de toalhas de mesa estão incluídos os quadriculados e hexagonais. Também há os padrões listrados multicoloridos, o Atabaki e o Zomorrodi que são predominantemente na cor verde. Os padrões conhecidos como Zartosht-doozy, típico dos zoroastrianos de Yazd, incluem figuras bordadas de flores, aves, peixes e formas geométricas.
Possivelmente sua origem remonta as antigas fábricas têxteis em Yazd e Kerman, que junto com a Caxemira no Norte da Índia e o vale de Fergana (atual Tadjiquistão e Uzbequistão)  faziam parte da antiga Rota da Seda, onde mercadores destas regiões se encontravam e compartilhavam produtos que certamente eram copiados pelos artesãos de cada localidade.
 Este tipo de artesanato tem sido objeto de admiração através da história: historiadores gregos comentavam sobre a beleza do artesanato persa durante as dinastias Aquemênida (532 a.C), Ashkani (222 d.C) e Sassânida (226-641 d.C). Com a chegada do Islã, a tecelagem persa se desenvolveu grandemente, especialmente durante a dinastia Safávida (1502-1736 d.C.), durante as quais as técnicas Zarbaf e Termeh foram significantemente refinadas. Apesar da dificuldade de produção, e do advento da tecelagem industrial, algumas poucas fábricas tradicionais restaram no Irã e a mais famosa é a Khojasteh Termeh em Yazd.

Antigo lenço Termeh de  Kerman (c. 1750)
Padrões Botteh, semelhante à "estampa de caxemira"
Comércio de Termeh no Grande Bazar de Teerã
Termeh bordado com fios de ouro, usado em cerimônias
Diversos acessórios decorativos em Termeh
(Baseado em Wikipedia e Zoroastrian Heritage Institute)


8 comentários

  1. Salam, minha amiga da Pérsia!!
    Você acredita que meu marido chama essa estampa de "manga" ??Depois de ler esse belo texto acho que vou morrer quando ouvir isso novamente!! Eu sempre tive curiosidade pra entender isso.
    Gostei muito do post!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam, minha amiga do Punjab!
      Eu nunca ouvi ninguém chamar essa estampa assim, agora fiquei curiosa também. Pergunta pra ele, por favor! :)
      Mas juro que já ouvi nomes mais estranhos, tipo, estampa ameba, ou bactéria. Nada a ver né?
      Obrigada pelo comentário!
      Beijão!

      Excluir
    2. Também acho nada a ver dar o nome de ameba ou bactéria para uma estampa tão bonita! Vou perguntar sim!!! Também fiquei curiosa rs
      Beijos!!!!

      Excluir
  2. Salam, Jana Jan!

    Que tecido belíssimo!!!
    Sensibilidade é tudo de bom,
    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam Denise jan!
      Como quase tudo que vem do Oriente é belíssimo! Imagina que este é apenas um dos mais conhecidos tipos de tecidos, ainda vou falar de mais outros artesanatos lindos de morrer!
      Boos boos!

      Excluir
  3. Salam Jana querida!
    Estou fascinado, adoro artesanato, e artesanato oriental é simplesmente encantador!

    P.S: Não respondi seu e-mail porque minha conta foi temporariamente bloqueada não sei por quê, mas é a Dinastia Aquemênida, acredito que ela tenha sido antes do advento do Islã, sim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam Lucas jan! Tudo que é feito com amor pelas mãos humanas impressiona os olhos!

      Poxa,esses e-mails deixam a gente na mão quando a gente precisa!
      Respondendo: sim a Dinastia Aquemênida é muitíssimo anterior ao Islã, foi uma das primeira dinastias poderosas do Irã, tendo o rei Ciro Grande como seu maior expoente!
      Assista ao documentário do History Channel que postei aqui:
      http://azizamiran.blogspot.com.br/2013/04/documentario-construindo-um-imperio-os.html
      Grande abraço!

      Excluir