HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Cinema Iraniano: "A Maçã"

FILME DO MÊS: Uma história verídica que se transformou em um documentário ficcional incomum e chamou a atenção do mundo.


Hoje vou falar de um filme  incomum, que não cabe nas definições de um simples documentário-ficcional do cinema iraniano. "A Maçã" (Sib) de 1998 da jovem diretora Samira Makhmalbaf (filha de Mohsen Makhmalbaf) traz o caso real de Ghorban Ali Naderi, um pai que aprisionou suas filhas Massoumeh e Zahra durante onze anos dentro de casa em um subúrbio de Teerã, como forma de "protegê-las dos meninos que poderiam pular o muro atrás de uma bola que caiu". Alertados pelos vizinhos, o Serviço Social ameaça tirar dos pais a guarda das meninas, mas estes se comprometem a cuidar melhor das filhas que não iam à escola, não recebiam cuidados médicos e sequer tomavam banho há anos! A notícia correu o Irã e chamou a atenção do mundo.
As gêmeas Zahra e Massoumeh Naderi
Mas poderíamos simplesmente julgar o velho homem desempregado como um monstro que destruiu a vida de suas filhas, deixando-as em um estado de retardamento mental e incapazes de se comunicar com o mundo exterior? Este é o maior dilema deste filme documentário que desafia a barreira entre realidade e ficção, que além de mostrar uma precária condição de vida, ainda expõe o constrangimento e mágoa enfrentados pelo protagonista ao ter que representar a si mesmo como um pai negligente e ignorante, juntamente com sua esposa cega que também vive em uma espécie de isolamento psicológico.

Ghorban Ali Naderi e sua esposa cega
O filme também traz uma inversão do papel dos atores, pois as meninas que viveram trancafiadas durante anos são colocadas novamente atrás dos portões para encenarem sua história de vida. E o pai  também é obrigado pela assistente social a experimentar a sensação de estar preso atrás dos portões, ao liberar as meninas para saírem de casa. Porém nossa compreensão é desafiada no momento em que o velho e cansado Naderi que diz ter sido criado nos "valores antigos"  em lágrimas defende que sua atitude foi um ato de amor pelas meninas, argumentando que estas são como "flores que podem murchar com o sol". 
O filme causou uma sensação de incômodo para muitos, pois a própria diretora que é considerada uma ativista pelos direitos femininos foi acusada de explorar a imagem das crianças e a ignorância dos pais, pois conseguiu convencê-los a escancarar sua vida pessoal para as lentes do cinema sem pensar nas consequências que viriam adiante. Mas críticas negativas à parte, o filme também tem momentos muito divertidos como as brincadeiras desastradas das meninas que parecem se divertir com tudo, ao encontrarem novas amiguinhas pelo bairro e até mesmo quando elas perseguem um menino que carrega uma maçã (a fruta favorita delas)  pendurada em uma vara de pescar.

As meninas brincando com novas amiguinhas
Para mim, a curiosa história das gêmeas Naderi, que tinha tudo para ser um drama sensacionalista, acabou se revelando agradável de assistir, pois as meninas não parecem esboçar nenhum traço de sofrimento pela reclusão ou hostilidade ao pai e seus rostinhos curiosos e travessos revelam um carisma surpreendente. Ao mesmo tempo me fez buscar informações, pois acabei descobrindo que a família é de etnia azeri e a mãe das meninas sequer fala em persa. Os pais provavelmente devem ter migrado de algum vilarejo, no interior do Irã onde a maioria das meninas são analfabetas e o modo de vida é semelhante ao interior do Afeganistão. Ao deparar com os contrastes da moderna Teerã, como o pai que ganha a vida fazendo orações para os vizinhos, nem mesmo tem aparelhos modernos em casa e cuja noção de honra é considerada o valor prinicipal entenderia o que é a educação formal para suas filhas?
Mas antes de nos rendermos aos estereótipos, este caso é muito específico e é incomum encontrarmos situações assim no Irã de hoje, pois a história chocou a própria diretora Samira Makhmalbaf, nascida e criada no mesmo país.

Filme: A Maçã (1998)
Irã, França| Drama | 86 min.| cor
Legendado em Português
Direção: Samira Makhmalbaf
Título Original: Sib 
Título em inglês: The Apple
Elenco: Massoumeh Naderi, Zahra Naderi, Ghorban Ali Naderi, Azizeh Mohamadi, Zahra Saghrisaz



10 comentários

  1. Salam, Jana Jana!

    Nossa! Mas que história chocante!!!Esse é o perigo de interpretações ao pé-da-letra...

    Ah, já coloquei a foto com a Abaya lá no post, especialmente para vc.

    Beijos e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam Denise jan!
      A história é chocante, mas o filme é muito sensível e humano... Mostra que algumas pessoa simplesmente erram tentando acertar, como é o caso do pai das meninas.
      Ah, já vi sua foto com a Abaya super chic, respondi no outro post! ;)

      Beijão!

      Excluir
  2. Olá Janaina! Vc tem fotos ou imagens delas de como estão hj? Gostaria de saber como estão hj. Desde já obrigada!

    Edinéia Lopes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Edinéia, você acredita que já faz muito eu procurei as fotos das gêmeas Naderi como estariam atualmente e não encontrei absolutamente nada. Só encontrei do menino que fez o filme Bashu... Vou procurar mais e se achar delas eu coloco aqui. Muito obrigada por lembrar! 

      Excluir
  3. ola janaina, eu tb gostaria de saber como elas estao hoje!! meu professor disse que na net algo sobre elas hoje, mas nao achei. todas na sala querem saber como estao elas. obrigada,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciene, realmente é difícil encontrar esta informação uma vez que este filme foi feito com protagonistas reais e não atores. Se eu encontrar alguma informação será postado aqui com toda certeza.

      Excluir
  4. Olá gostaria de saber como estão as gêmeas hoje. Obrigada Silvia

    ResponderExcluir
  5. Excelente análise, parabéns...

    ResponderExcluir
  6. Assisti A MAÇÃ nessa semana, no ciclo de cinema iraniano exibido pela TV Brasil.

    Gostei muito da história, ainda mais comovente por ser verídica.

    http://tvbrasil.ebc.com.br/ciclos-de-cinema/episodio/a-maca

    Alex

    ResponderExcluir