HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Viajar para o Irã: o que as mulheres devem saber

chador, usado pelas mais conservadoras  não é uma vestimenta obrigatória
Salam queridas amigas do Chá-de-Lima da Pérsia. Hoje continuo falando sobre as dicas de viagem, mas este post de hoje é voltado exclusivamente para as mulheres. Antes de visitar o Irã existe algo muito importante que você precisa aprender sobre as roupas adequadas para o país, isto é, o "tradicional" código de vestimenta para as mulheres iranianas que as obriga a cobrir seu corpo com modéstia, seguindo os preceitos do Islã mas de acordo com a cultura iraniana. 
Mas, não há motivo para ficarem assustadas, as peças básicas do hejab usado no Irã são coisas que você provavelmente já deve ter em seu guarda-roupa ou pode adquirir facilmente em qualquer loja de roupas aqui mesmo no Brasil. Para chegar no país basta ter: 
1) Um simples  lenço ou echarpe de preferência de cores  discretas e não transparentes para cobrir os cabelos.
2) Calças ou saia compridas e de preferência folgadas, que cubram até os tornozelos e é recomendável, porém não obrigatório que se use meias e sapatos fechados. 
3) Um camisão ou bata  largos de mangas compridas (até os pulsos) e que cubram pelo menos até a altura da  metade das coxas e lembre-se: transparentes nunca, jamais! .
Se você chegar no país com pelo menos um ou dois desses conjuntos,  pode  facilmente adquirir as roupas mais apropriadas em qualquer centro comercial e por um precinho bem menor do que pagamos em lenços, echarpes e batas aqui no Brasil.

Exemplos de combinações básicas de camisão + lenços que você pode usar para chegar como turista no Irã: 





Eu digo que é importante usar as cores discretas  para evitar chamar muito a atenção como turista que veio do país do carnaval. Mas, não pense que o povo de lá só anda de preto como mostram a maioria das imagens que nos chegam sobre o Irã. O preto é obrigatório nas repartições públicas, escritórios e universidades, mas no dia-a-dia, as roupas das iranianas são elegantes e coloridas, e é possível encontrar até adaptações com etiquetas de grifes famosas como "Zara" só que made in china!

Veja alguns exemplos de como as iranianas se vestem atualmente nas cidades:
maghnee é o véu de cor preta  obrigatório nas universidades e escritórios oficiais
Algumas mulheres usam grifes famosas adaptadas ao estilo local
Muitas  mulheres  usam hejab estilo shal, uma simples echarpe em volta da cabeça
Outras, usam  rusary,  o lenço quadrado amarrado sob o queixo
Dicas importantes: para as mulheres mais lindas e vaidosas, do nosso país tropical onde usamos tudo o que queremos e podemos, o mais recomendável  é que tentem aceitar completamente a ideia de usar apenas roupas folgadas, compridas  e um lenço nos cabelos pelo menos alguns momentos antes de aterrissar e nos próximos dias que passará no Irã, não importa se faça frio ou calor! Então, quando chegar lá você pode observar as mulheres locais, encontrar um mercado, e se divertir enquanto procura  modelos de manteau e hejab que agradem ao seu estilo. O manteau (lê-se "mantô") é aquele casaco ou bata até a metade da coxa ou até os joelhos que a maioria das mulheres iranianas usam como seu traje principal, quando precisam sair para trabalhar ou nas ruas. No calor, opte por tecidos mais leves e cores claras.
Ainda está assustada? Calma! Essas vestes são obrigatórias para sair nas ruas ou frequentar locais públicos e com pessoas do sexo oposto, se você estiver indo para a casa de algum amigo ou família com quem tenha muita proximidade ou dentro do seu quarto de hotel, pode usar absolutamente tudo o que quiser! Por baixo das roupas tradicionais, as iranianas costumam usar bermudas, camisetas, e até vestidos curtos! Portanto, você pode levar em sua malinha algumas roupas de calor, e reservar espaço para as roupas que irá comprar para usar lá.
As mulheres iranianas são muito vaidosas,
mas para as turistas é recomendável que
sejam discretas.
É essencial que se mantenha sempre os cabelos cobertos, e não se empolgue muito em imitar o estilo ousado das jovens com lenço pendurado no coque quase caindo e exibindo suas franjas exuberantes e cheias de luzes e tornozelos e antebraços à mostra. No Irã o hejab não server só pra se disfarçar de muçulmana, ele pode passar até mesmo uma mensagem de que lado você está com relação a política do país. O ideal para uma turista é que se mantenha o mais neutra possível dessas discussões. Se tiver um lenço quadrado (ou  rusary), basta dobrá-lo em um triângulo e amarrá-lo sob o queixo. Se tiver uma echarpe shal, basta enrolar em volta da cabeça e em torno do pescoço, cobrindo totalmente o cabelo e o colo. Se conseguir encontrar um maghnee, melhor ainda, basta vestí-lo como um capuz e sair caminhando despreocupada por que ele não cai! O cabelo pode até aparecer na frente, mas, só um pouquinho!
Vale lembrar também a questão da maquiagem, mesmo que algumas iranianas desafiem as leis andando super-hiper-mega maquiadas, é bom que como turista você evite os excessos. Ou seja, maquiagem discreta apenas para disfarçar as olheiras e as espinhas. Batom vermelho e esmalte fosforescente deixe no Brasil ou para usar somente em alguma festa particular!

Muitos guias de turismo e agências de viagens ainda instruem as mulheres que vão viajar para o Irã a a usar o chador (manto que cobre todo o corpo). Porém, tenha a certeza de que não é necessário, exceto em mesquitas e cidades sagradas como Mashhad e Qom, onde normalmente você pode emprestar ou alugar um. Mas se quiser comprar um, pelo menos para guardar de lembrança, existem alguns que tem estampas bonitas e delicadas.
Esteja ciente de que, no campo, as mulheres se vestem de forma mais conservadora do que na cidade, embora algumas etnias como por exemplo, os gilakis do Norte, os nômades ghashgais e os bandaris do Sul usem e abusem de cores e estampas chamativas e alegres.

Estas fotos acima, são alguns tipos de hejab que as turistas devem evitar: braços e pernas a mostra,  manteau muito curto e justo e cabelos mal-cobertos.

Finalmente, outras coisas indispensáveis que as mulheres devem saber sobre como se comportar no Irã: 

  • Você pode conversar  e até caminhar com homens sem problemas, desde que evite fazer charminhos ou demonstrar afeto em público. Então, por favor, nunca, jamais beije no rosto ou estenda sua  mão para  um rapaz nas ruas. Basta um simples salam, com um sorriso discreto e um aceno de cabeça cordial. 
  • Realmente, mulheres fumando em público não são bem vistas. Portanto, evite o quanto puder até mesmo andar com roupas cheirando a cigarro.
  •  Tente evitar andar sozinha tarde da noite. Não aceite convites de desconhecidos para clubes underground. Mesmo que tenha alguém de muita confiança que possa acompanhá-la, esses locais estão constantemente na mira da polícia religiosa. Evite confusões! Aprenda algumas palavras em persa pelo menos para  saber como chamar um táxi e  voltar para o seu hotel.
  • Se você desobedecer alguma das regras sobre a vestimenta sem querer, como turista no máximo receberá uma advertência verbal, e dizem que os guardas não chegam a ser agressivos. Aí esqueça as palavras em persa e dê uma turista atrapalhada mostrando que foi "sem querer"...
Bem queridas meninas, essas são algumas dicas que pesquisei na internet e pedindo conselhos a amigas iranianas. Espero que tenha esclarecido bem as coisas e se tiverem mais alguma dúvida, fiquem a vontade para perguntar o que quiserem por comentário ou e-mail.

Baseado em Iran Travelling Center e Lets Go Iran


20 comentários

  1. Salam, alma iraniana!
    Muito bom o seu texto. Mas uma coisa é muito intrigante mesmo, a questão de aparecer sempre o cabelo, os guardas indagam muito as moças nas ruas? Parece que a maioria veste o hijab assim, não?
    No Paquistão, na Índia e Bangladesh, as moças também usam assim, somente a cobrir levemente os cabelos. Nos Emirados também se nota muito os cabelos a aparecer um pouco, já observou isso. É bem interessante.
    E a sua mala de viagem, já colocou seus hijabs lá? Insh´Allah sua viagem dos sonhos se realize em breve.
    Jana, tive que recolocar um video lá no blog, achei estranho, pois o que havia colocado foi retirado. (sobre a Malala)
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam Denise jan!
      De fato, aparecer ou não cabelo não é a questão mais intrigante no hejab iraniano. Até nos filmes é possível ver que elas sempre deixam a parte da frente do cabelo um pouco a mostra. E pelo que vi até mesmo no Afeganistão, as meninas que deixaram de usar burqa depois da queda do Taliban também usam assim. O problema começa quando as mulheres usam o hejab mal colocado como forma de protesto, aí entra em ação a polícia moral que as obriga a endireitar o véu! Geralmente algumas mulheres iranianas chegam a bater boca com os guardas e por isso são detidas e obrigadas a assinar um termo se comprometendo a se vestir com modéstia. Eu como turista ao entrar no país e andando nas ruas evitaria até mesmo mostrar um fiozinho, mas dizem que as próprias iranianas "ajeitam" o seu véu puxando-o para trás para vc não ficar diferente delas, não é engraçado isso?
      Ainda vou aumentar minha coleção de hejabs, um de cada cor do arco-íris :)Inshallah nós duas ainda vamos passear na praça de Isfahan e tomar aquele sorvete de água-de-rosas!
      Beijão da pérsia!

      Excluir
  2. Achei seu blog pelo da Denise Bomfim.... gostei mto dos posts.

    Eu vejo mtas mulheres do Irã sem as roupas islamicas aqui em Dubai, e elas sao lindas e mtas a gente nota que tem cirurgias plasticas de estetica. Noto que as mulheres iranianas sao muito elegantes e vaidosas, eu gosto!

    maa salama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam Cris, ahlan wa sahlan ! que alegria ter você aqui e que bom que temos amizade da Denise em comum...
      Realmente as iranianas que tem grana fazem muitas plásticas e tratamentos estéticos. A única diferença é que no país delas, elas não podem exibir os resultados em público :)
      E é a coisa mais normal as meninas que fizeram plástica no nariz saírem ostentando seus curativos pós-cirurgia. Dizem que alguns chegam a ser puro fingimento só para dar status rsrs
      Mas fora esses exageros, admito que as iranianas têm uma elegancia natural, realmente são lindas!
      Um beijo da Pérsia!

      Excluir
  3. Oi! Adorei a postagem. Estou indo no fim do mês ao Irã e estava muito em dúvida sobre o que vestir. Tenho algumas perguntas. Como fazer para que o lenço fique bem preso aos cabelos? As roupas (blusas) são caras para serem compradas lá, porque no Brasil é bem difícil encontrar algo comprido, de manga comprida e sem decote, e principalmente que não tenha um preço absurdo.
    Obrigada!
    Renata (www.nomundodarenata.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renata, muito prazer seja bem-vinda!
      Que fantástico saber que está indo para o Irã, a turismo ou trabalho? Por favor, quero saber mais detalhes sobre sua viagem depois...
      Respondendo às suas perguntas:
      Sobre o lenço, qual tipo vc pretende levar? Vc me deu uma boa ideia, vou postar dicas de como usar os lenços em um próximo post... mas sugiro que para ficar mais confortável, escolha os lenços quadrados, de tecido mais leve e fresco tipo algodão. Os de cetim escorregam muito, mas vc pode prendê-los embaixo do queixo com um pequeno alfinete de segurança. As echarpes "shal"já não são tão seguras, porque o vento tira elas do lugar toda hora.
      E as blusas como eu mostrei acima podem ser camisões ou batas, que eu sei que aqui no Brasil custam uma fortuna mesmo... por isso recomendo que leve apenas as que tiver e um casaco sobretudo e compre outras por lá. Porque realmente são muito baratas no Irã (as populares na faixa de 15 a 20 dólares e as de marca tem preços mais altos).
      Se tiver mais dúvidas pode perguntar! Um beijo!

      Excluir
  4. Muito obrigada, Janaina. Seu blog está sendo de muita ajuda. Vou ao Irã a passeio e ficarei a primeira quinzena de novembro por lá. Estou pretendendo levar pashminas e lenços de algodão. Vou seguir seu conselho, levar apenas uns três blusões, um sobretudo e comprar mais roupas por lá mesmo.
    Vou ficar aguardando a postagem sobre como amarrar os lenços : )
    Mais uma vez muito obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maravilha!!
      Pashminas serão uma ótima opção quando começar a esfriar por lá. ;)
      Eu é que agradeço por deixar seu comentário.

      Excluir
  5. Olá amiga linda!!! Então, já está no Irã? Desativei meu Facebook e atualmente tenho usado o Google + ando sem tempo, estudando e trabalhando muito.
    Querida espero saber como foi sua viagem, conte-me tudo rs.., tenho muita vontade de conhecer a família do meu namorado, mas as informaçãoes que tenho sempre são aterrorizantes, tenho medo. Enfim, gostaria de ter certeza que não trata-se de algo arriscado, que depois eu tenha dificuldade de voltar para o Brasil. Ahhh tive a informação que caso a gente se case e vá morar no Irã eu teria que me converter. Procede?

    Beijos flor!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam azizam Priscila! Que legal te ver por aqui! Ainda não estou no Irã, mas se Deus quiser irei ainda este ano, a data certa prefiro deixar em segredo por enquanto :)
      Respondendo a sua pergunta: para casar com um iraniano muçulmano NÃO é preciso que vc se converta! Pode ser que a família exija por pura pressão ou tradições, mas não se deve confundir religião com tradição... No caso vc teria sim que casar com ele perante a religião muçulmana, mas isso não significa que vc é obrigada a se converter, ok?
      Beijão!

      Excluir
    2. Ah.. me conta quais são as tais informações aterrorizantes?!
      :)

      Excluir
  6. Estava dando uma olhada em um site, e achei essa charge --> http://www.sidewalklyrics.com/wp-content/uploads/2009/08/cartoon.JPG
    Ñ sei se tem mt haver c esse post, mas é oq acontece quando se anda sem a vestimenta correta em paises islamicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, não sei se estou enganada mas essa charge mostra o policial homem abordando a garota. Mas pelo que eu ouvi falar, quem aborda as mulheres no Irã, são policiais femininas... Se bem que li a respeito de que com o novo presidente reformista, essa cena não será mais tão corriqueira. Turistas só recebem advertência verbais...

      Excluir
    2. Oi. Me. Nome e Sara Tenho. Um. Noivo. Iran. Moramos. No. Japan. A6anos. Eu cha. Fui. Uma. Ves. No. Iran. Conhecer. Sua. Familia. Adore Tudor. Oke. Vi. For on. Muitas. Coizas Linda's. e uma. Comida. Maravinhoza. Eu. Nao. Falo. Alingua. Iranian. Mai's. Keru. Apreder. Poke. Vou. mecazar. Com ele. E vou. morar. En. Sua. Terra esto. Muito. Felis. Por. Cer. Aceta por. Todos so keria. Falar. Logo. Asua. Ligua.

      Excluir
  7. Adorei o seu Blog :)
    Eu e meu marido e nosso filhinho estamos pensando em ir passear e o Irã est na nossa lista. Você sabe de alguém que viajou p lá com criança pequena?
    Gratidão

    ResponderExcluir
  8. Muito boas essas informações. Jana, podemos entrar com bíblias no Iran? Um marido pode andar de mãos dadas com sua esposa? Responda para meu mail também por favor. Abraço. Rondineli@ymail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rondineli, muito obrigada!
      Entrar com bíblias no Irã não é nenhum problema! Inclusive há muitas igrejas cristãs no país e o próprio presidente Rouhani visitou algumas delas no Natal. No voo que eu peguei de Istambul para Teerã, havia uma freira com seu crucifixo a mostra e eu também tive o prazer de visitar uma das mais lindas igrejas do Irã, a catedral Vank em Isfahan. Se quiser entrar em contato por email , pode mandar pela página de contato do blog.
      Abraços!

      Excluir
  9. Bom dia.... Viajo sempre como uma amiga; como nos conhecemos há mais de 20 anos, costumamos dividir o mesmo quarto (e em alguns hotéis, é comum que nos coloquem em um quarto de casal). Estamos pensando em conhecer o Irã, será que teremos problemas quanto a essa questão da hospedagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Se você for homem provavelmente não poderá dividir o mesmo quarto que sua amiga no Irã. Em alguns hotéis menores frequentados por mochileiros pode ser que não façam perguntas, mas é preferível estarem preparados para dormir separados... ok?

      Excluir
    2. Obrigado, Janaína!! Vamos pensar na possibilidade de ficarmos em quartos single....

      Excluir