HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Um poema de Sohrab Sepehri* (1928-1980)

Cena do filme "Onde fica a casa do meu amigo?" (1987) de Abbas Kiarostami
ENDEREÇO                                                                     

“Onde fica a casa do amigo?”  Era alvorada quando o cavaleiro perguntou.
O céu fez uma pausa.
O passante tirou o ramo de luz que trazia nos lábios, ofereceu para a escuridão das areias,
com o dedo apontou um álamo e disse:

“Antes da árvore
tem uma alameda que é mais verde que o sono de Deus
e lá o amor é um azul igual ao das penas da sinceridade.
Siga até o fim dessa rua, que vai dar atrás da adolescência
e então dobre em direção da flor da solidão.
A dois passos da flor
fique ao pé da fonte dos mitos eternos da Terra
e um medo transparente vai lhe dominar.
Na intimidade que flui no espaço, ouvirá um ruído:
verá uma criança
que subiu num pinheiro alto para apanhar um filhote no ninho da luz.
E então pergunte a ela
onde fica a casa do amigo.”

Tradução de Nasrin Haddad Battaglia – abril, 2012

*Sohrab Sepehri foi um famoso poeta e pintor iraniano. Nasceu na cidade de Kashan e é considerado um dos 5 maiores poetas persas modernos. Em 1963, compareceu com pinturas na Bienal de São Paulo.


7 comentários

  1. Oi Janaina td jóia? eu leio seu blog algumas semanas adoooro, amei esse post. bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Kaka!
      Que alegria seu comentário por aqui!
      Sempre compartilho cada post com muito carinho, e fico imensamente grata por cada elogio, crítica, sugestão!

      Um grande beijo!

      Excluir
    2. É sempre um prazer, estou sempre lendo criei coragem pra comentar rsrsrs.
      Bjks!

      Excluir
    3. Seja sempre bem-vinda, a casa é sua! O chá-de-lima é nosso!
      :)

      Excluir
  2. Salam, Jana Jan!

    Além da poesia que é belíssima, tenho que aproveitar a oportunidade para dizer que você está linda com o hijab verde! Mash´Allah!!

    E o visual novo da xícara de chá também. Eu amo verde, cor sagrada no Islã.
    Bauce :)

    ResponderExcluir
  3. Olá meninas!
    Eu concordo com a Denise! Ornou perfeitamente com sua cor de pele. Linda!
    Verde sempre foi minha cor favorita também... o visual está muito bem cuidado. Parabéns!
    Beijos da Cri.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada queridas Denise e Cris!
    Agradeço pelos elogios carinhosos e me alegro de saber que as mudanças no visual do blog estão agradando.
    Este hijab verde foi um presente lá da Pérsia, então nada mais justo do que usá-lo em minha foto de perfil do chá-de-lima, não é? A cor verde também me traz uma sensação de paz e frescor e contrasta lindamente com os outros tons da natureza. As mais lindas obras de arte islâmica também estão repletas destes matizes brilhantes.

    Beijos e abraços de coração a todas vcs!

    ResponderExcluir