HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Salam Rugby, imagens do esporte entre as mulheres iranianas

Cena do documentário Salam Rugby
O documentário Salam Rugby (2011) que foi exibido na primeira edição brasileira do Festival de Internacional de Filmes de Esporte (FIFE), no Rio de Janeiro, revela as dificuldades que as mulheres enfrentam  praticar esportes no Irã. A intenção inicial do diretor Faramarz Beheshti era mostrar a difusão do rúgbi entre as iranianas mas o período de produção do filme coincide com a eleição de Ahmadinejad e a imposição de algumas leis que restringem a liberdade das mulheres no país. 
Segundo Faramarz Beheshti, não há nenhuma restrição a prática de esportes para mulheres no Irã, mas uma das grandes dificuldades enfrentadas são o fato de haver somente um estádio que elas podem usar apenas em horários determinados. O primeiro é de 6h às 9h da manhã, mas as iranianas não têm permissão para sair de casa tão cedo, e o outro é de 14h às 16h, período em que a temperatura varia de 45 a 50 graus no verão, e elas não têm direito de usarem roupas adequadas para se exercitar.
Após o filme, o diretor iraniano radicado na França, foi denominado "inimigo do Estado". No entanto, o rótulo não diminui a satisfação de Faramarz Beheshti com sua obra.
"Eu fui rotulado como inimigo do Estado, disseram que meu filme foi feito com dinheiro de Israel... Mas a visão fora do país tem sido fantástica, porque muita gente nunca viu imagens do Irã e as pessoas vêem o lado positivo depois do filme, a maioria sente simpatia por essas mulheres. O meu objetivo foi atingido e estou muito feliz" - comemora.
Após assistir ao filme, a jogadora da seleção brasileira de Rugby Barbara Santiago reconheceu que as dificuldades enfrentadas pelas iranianas são ainda maiores do que as existentes no Brasil.
"A gente achou que tinha dificuldade, e é impressionante o que elas passam e como se esforçam para continuar jogando. Fizeram nossa história parecer fácil"- reconhece.

Baseado em  SporTV.com

Infelizmente as únicas sessões foram exibidas nos dias 25 e 26 de outubro do festival,esperamos que em breve seja exibido em outros festivais e em outras cidades e eu consiga anunciar a tempo. Mas vale a pena ficar de olho nos lançamentos e estar por dentro de como a cultura do Irã está recebendo divulgação pelo mundo todo. 

>> Veja o trailer:


Um comentário

  1. Salam, Jana Jan!

    Já estava com saudades de ti. O esporte é algo agregador, assim como a Arte em geral. Seria muito bom se não houvesse problemas para as mulheres nesses âmbitos lá no Irã, não é mesmo?
    Falando sobre mulheres, há algo novo lá no meu cantinho (mudei o visual, será que ficou bom?)

    Bauce :)

    ResponderExcluir