HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

"Gur-e Dokhtar", afinal de quem é esta tumba?

Gur-e Dokhtar (que em persa significa " tumba da menina"), é o nome de um túmulo de pedra da era Aquemênida, localizado na aldeia de Tang-e Eram entre as províncias de Fars e Bushehr, no Irã. Sua  arquitetura é muito semelhante ao mausoléu de Ciro, o Grande (559-530 a.C) que fica em Pasárgada, embora seja de de menor tamanho. Especialistas demarcaram um perímetro de 100 metros ao redor do local, que foi registrado na Lista de Patrimônio Nacional do Irã em 1997. Qualquer construção sobre esta área é ilegal, no entanto autoridades e moradores locais ignoraram as proibições e a construção de edifícios continuou avançando na vizinhança da fronteira e até mesmo uma linha de energia foi instalada pelo governo a cerca de 4 metros do túmulo. E não há sequer uma indicação de que naquele local existe um monumento histórico !
O sítio foi descoberto em 1968 pelo arqueólogo belga Louis Vandenberg,  e alguns estudiosos especulam que seja o túmulo de Ciro I,  avô de Ciro II, o Grande. Outros peritos entretanto reivindicaram que o túmulo pertença a Mandane, mãe de Ciro, o Grande, enquanto outros  afirmam que foi o mausoléu de Atossa, a filha do rei Aquemênida.  
Uma equipe de especialistas iranianos realizou uma série de esforços para restaurar a estrutura no início de 2000.
Gur-e Dokhtar, um túmulo real da era Aquemênida praticamente ignorado 
Uma linha de energia construída pelo governo do Irã a 4 m do monumento
Apesar de ser ilegal, há construções a menos de 100 metros do monumento
Baseado em CAIS


2 comentários

  1. Salam, Jana Jan!

    o descaso com esse monumento histórico nos faz lembrar daquela pilastra iraniana que está aqui no Rio de Janeiro. Pelo menos aqui no Rio, a coluna está numa praça e protegida.
    No mundo inteiro, há uma tendência de desvalorizar o passado. Até no meio social está ocorrendo esse fato: idosos não têm o valor devido.
    Gostaria de envelhecer num país em que velhos são respeitados!
    Um beijo e ótima semana!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam Denise jan! Saudades de vc!!!
      Realmente esse caso nos faz lembrar de como tanto lá quanto aqui, algumas pessoas esquecem do valor de sua herança cultural em nome do progresso. Isso é muito triste, pq outros lugares como Persépolis e Pasargada são uma referência de sítios turísticos históricos. Vale lembrar q a coluna que está aí no Rio mesmo sendo uma réplica de um monumento ainda assim recebe alguma proteção.
      Eu também fico tentando imaginar o que será de nossas futuras gerações se perderem o respeito para com quem veio antes de nós.

      Um super beijo!

      Excluir