HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

O dia em que a Pérsia chegou até mim...

Salam queridos amigos! Não existe coisa mais bela no mundo do que a amizade, por isso mesmo tenho insistido tanto que amizades virtuais também podem ser verdadeiras. Desde que comecei o blog Chá-de-Lima da Pérsia conheci pessoas únicas, compartilhei experiências e tudo isso fez aumentar ainda mais o desejo de conhecer mais de perto a cultura do Irã.
Recentemente um querido amigo com quem falo por e-mail  (a pedido dele vou manter a privacidade sobre o nome), esteve no Irã por alguns dias em uma viagem turística. Desta viagem, ele me trouxe alguns presentes comprados em Teerã com a ajuda da guia iraniana, Afsaneh que fala espanhol e que com muita delicadeza escolheu  para mim algumas vestimentas típicas de lá. 
Quando recebi o pacote e retirei as peças escolhidas especialmente para mim por essas duas pessoas maravilhosas não contive a emoção! 
Os presentes eram dois tipos de hejab e um manteau (túnica) verde musgo, com  detalhes étnicos bordados em tons terrosos que são a cara da nossa querida Pérsia! A incrível Afsaneh acertou até mesmo o meu tamanho (acho que por pura intuição feminina)! Perguntei como ela  conseguiu acertar no presente sem nem mesmo ter me visto antes, ao que ela respondeu que existe um ditado iraniano que diz: "Se escolheres uma coisa como presente para alguém como gostaria de ter para você, com certeza irás agradar ".
Afsaneh  me explicou também o significado destes tipos de hejab que são bem comuns no Irã: 
Eu usando o Hejab estilo shal com o  manteau 
Este tipo de hejab iraniano se chama shal que na verdade é uma echarpe que as moças usam enrolada em volta da cabeça e pescoço. Este shal tem uns detalhes em caligrafia shikhaste nastaliq que estou usando nestas fotos acima, tentando a minha maneira imitar o estilo das mulheres que vejo nos filmes iranianos...
Detalhe do desenho de caligrafia  shikaste nastaliq

O segundo tipo de hejab, é um véu negro mais social que se chama maghnee que, segundo Afsaneh é obrigatório  nas universidades, escolas secundárias, bancos e escritórios em geral. Afsaneh ao ver as minhas fotos ficou admirada de como eu consegui colocar esta peça tão corretamente, mesmo sem antes nunca ter usado uma destas! E como sempre, eu disse que que vi tudo nos filmes iranianos !!!
Maghnee, o hejab social 
Junto com estes presentes vieram também outros itens adoráveis: um pequeno Faravahar de granito semelhante aquele que existe em Persépolis que foi escolhido por meu amigo. Toda vez que olho para esta singelo souvenir penso que o meu sonho está mais próximo de se realizar.

Faravahar de granito
E o mais curioso: uns lencinhos de papel que são vendidos por meninos vendedores ambulantes, e que contêm um verso de um poema de Hafez que os iranianos acreditam  trazer previsões sobre a pessoa que tirá-lo, algo assim como um biscoito da sorte chinês! Com tanta tradição em poesia, os nossos queridos persas colocam poemas até dentro de guardanapos de papel e o melhor é que são guardanapos da sorte!!!
Lenços de papel "da sorte" com poemas de Hafez
E finalmente, uma mensagem dos dois finalizada com a seguintes palavras:

  Esperamos verte pronto en Brasil o en Iran, Saludos. Tehran 24/05 /12 
A y H.

É isso aí amigos, se o Chá-de-Lima não vai até a Pérsia, a Pérsia vem até o Chá-de-Lima!! 
Abraços e Khoda Hafez!


9 comentários

  1. esse blog é maravilhoso! cada vez mais interessante :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam querida Pah!
      Muito obrigada por sua visita e comentário. Seja sempre bem-vinda!
      Bjs

      Excluir
  2. Salam Janaina !

    Mashalah ficou linda com os hejabs ! Adoro hejab negro ! É o mais lindo de todos!

    Amizades virtuais podem sim ser verdadeiras e duradouras ... eu que o diga ...

    Com certeza se não pode ainda ir da até a Persia .... ela veio até voce !
    Em alguns pontos sua estoria se assemelha a minha .... A Síria entrou no meu caminho, não pediu licença e ainda roubou meu coração.

    Tenho certeza que a emoçao de quando voce pisar pela primeira vez no Iran, não irá se esquecer por toda sua vida ...

    Nascidas no Ocidentes mas a alma com certeza veio do Oriente !!!!

    Bauce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shukran habibti, realmente esse hejab negro é lindo, combina com qualquer roupa (que for usar lá)!! No começo estranhei um pouco, mas depois me senti confortável e protegida com ele :) Foi ideia do meu amigo que se preocupou com o fato de eu passar pela imigração e não ser repreendida por não usar um hejab adequado. E também não quero atrair olhares de rapazes curiosos quando botar os meus pézinhos nas terras da Pérsia!A Afsaneh ainda disse que eu me passo perfeitamente por uma iraniana, embora eu insista que eu tenha cara de iemenita rsrsrs
      Concordo com vc, somos sim, nascidas no Ocidente mas com alma do Oriente! Mashallah!

      Super bauce e ótimo fim de semana!

      Excluir
  3. Que delicadeza! Realmente ficou linda com os hijabs.

    Adorei o verde em caligrafia shikhaste nastaliq!

    Beijo!!

    Ayesha

    Paquistanesa Ocidental

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ayesha querida! As coisas da Pérsia são realmente maravilhosas e deixam qualquer uma mais linda. O mais legal é que posso usar este verde como echarpe nesse friozinho de São Paulo!!
      Super beijo e ótimo domingo!

      Excluir
  4. Os dois hijabs são lindos e lhe caem super bem!!! O preto é um clássico e pode ser usado em qualquer situação. O verde com essa caligrafia é único, exclusivo! Lindo lindo!!

    ResponderExcluir
  5. salom aleikon!!amei seu blog!!faz um 15 anos atras que tento estudar e saber um pouco da cultura do iran..na epoca estive no meu alcance o idioma arab..onde aprendi tambem a escrita..mas agora com seu blog fica mais facil aprende.. espero que continue..chucran, merci, domo arigato, muito obrigada...valeska

    ResponderExcluir
  6. Muito bacana essa postagem. Estou sempre acompanhando seu blog para conhecer o máximo desse país e povo fantástico que é o Irã. Esse ano eu ia em uma excursão, mais houve motivo de força maior que me fez adiar. Ano que vem vou realizar esse sonho. Amiga, uma coisa que muito admiro são as joias persas, ficaria muito feliz se vc publicasse matéria sobre esse assunto ou indicasse onde a gente pode pesquisar. Obrigada, e tudo de bom.
    Vanésia Lemos

    ResponderExcluir