HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Destaques do cinema iraniano em 2012

 Ashgar Farhadi: A Separação 

 O diretor Ashgar Farhadi e o ator Peyman Moadi 
O filme "A Separação" (Jodaeiye Nader az  Simin) do internacionalmente aclamado cineasta iraniano Asghar Farhadi foi indicado em duas categorias para o Oscar de 2012: Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Roteiro Original.  Esta obra-prima de Farhadi  que chegou aos cinemas brasileiros desde janeiro de 2012  já havia ganho o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro na edição de 2012 do Globo de Ouro  além de mais outros 28 importantes prêmios do cinema internacional. Em  2011, o New York Film Critics Circle também concedeu o  prêmio de Melhor Filme Estrangeiro para A Separação. Além disso  o New York  previu que o drama iraniano de Farhadi ganhará o Oscar 2012 de Melhor Filme Estrangeiro.

 Dhaka Festival Film 

Cena de "Absence of Mr.or Mrs. B"  
O documentário iraniano "Absence of  Mr. or Mrs. B" dirigido por Reza Daryanoush e Emami Fima foi premiado na edição de 2012 do Dhaka International Film Festival, em Bangladesh como melhor documentário de curta-metragem independente e line-up. O filme de 70 minutos conta a história de um casal iraniano infértil que recorre a tratamentos médicos.
Outros filmes iranianos também foram exibidos no festival, incluindo "Invitation" de Ebrahim Hatamikia, 'Mr. Joseph" de Ali Rafie, "Alzheimer" de Ahmad Reza-Motamedi  e "Continuous Dreams" de Pouran Derakhshandeh.
O Dhaka International Film Festival foi fundado em 1990 e é considerado o maior festival do gênero no Bangladesh. A edição de 2012 do evento também contou com várias oficinas para os jovens cineastas de  diferentes países  ao redor do mundo.

  Índia Jaipour Filmfest  

Três longa-metragens dirigidos por cineastas iranianos foram premiados na edição de 2012 do Festival Internacional de Cinema de Jaipour na Índia. Dois dos prêmios do festival foram destinados ao aclamado cineasta iraniano Asghar Farhadi e seu filme  "A Separação". O drama de Farhadi ganhou o Camelo de Ouro de melhor diretor, assim como o prêmio de Melhor Atriz.
O prêmio Red Rose Award de melhor filme lançado entre outubro de 2010 e outubro de 2011 foi para Golchehreh do diretor iraniano Vahid Mousaian que também foi homenageado em vários festivais e foi premiado pela  Batumi International Art-House Film Festival  (BIAFF) na Geórgia. O Irã também levou o prêmio de Melhor Filme de Animação com Jar dirigido por Ali Ahmadi. O festival apresentou 178 filmes de 70 países e prêmios foram concedidos em 28 categorias.

 EUA premia "Gold and Copper" do Irã 

Cena de "Golden and Copper" de Homayoun Asadian
O cineasta iraniano Homayoun Asadian recebeu a premiação de Melhor Filme com "Gold and Copper" na edição de 2012 do Whitehead International Film Festival, na Califórnia. Seu filme narra a história de um jovem clérigo que viaja a Teerã para concluir seus estudos, mas sua esposa que foi diagnosticada com esclerose múltipla obriga-o a deixar os estudos teológicos para cuidar dela e de seus dois filhos.
O filme de Asadian  também recebeu o prêmio In the Spirit of Faith e o prêmio especial  SIGNIS pelo   Religion Today  Internacional  Film Festival na Itália em 2011. O júri italiano descreveu o filme como a história de um homem que atinge grandes alturas espirituais através do seu amor, esperança e fé e assim, "Gold and Copper"  mostra como problemas cotidianos podem abrir o caminho para a espiritualidade. 
O filme também foi exibido em vários festivais internacionais como o International Vancouver Film Festival, no Canadá, Batumi International Art-House Film Festival na Geórgia e no Festival Internacional de Cinema  em Anaheim, EUA.

Baseado emIran Review


Adoce o chá com seu comentário!

Postar um comentário