HOME SOBRE DIÁRIO DE VIAGEM LÍNGUA PERSA SEU GUIA FAQ CONTATO LOJINHA

Sara e Dara: o casalzinho mais fofo do Irã

Salam! Recentemente li sobre a polêmica notícia de que a polícia do Irã proibiu a venda das bonecas Barbie nos estabelecimentos da capital Tehran. O motivo alegado seria porque a boneca americana é anti-islâmica e  influencia negativamente os valores culturais das meninas iranianas. 
Na verdade, desde 2002 o ministério da educação do Irã promove o comportadinho casal de bonecos Sara e Dara que custam bem menos do que Barbie e Ken (cerca de US$15) e se apresentam como uma alternativa islâmica, com roupinhas que representam cada uma das etnias do Irã. Sara e Dara foram criados originalmente como personagens de um livro escolar mas suas historinhas evoluíram para gravações em fita K7 que são vendidas juntamente com os bonequinhos. 
Trajes típicos: Sara (baluchi) e Dara (turkoman) 
Dara e Sara (trajes mazandarani)
Uma propaganda, por exemplo, mostra o perfil do casalzinho que diferente do famoso casal americano Barbie e Ken, são crianças de oito anos e irmãos gêmeos:

"Dara e Sara são iranianos (...) sua mãe é uma dona-de-casa e sua melhor conselheira. O pai deles trabalha em uma Organização Cultural Iraniana. Por isso eles têm a chance de viajar para diferentes lugares do Irã com seu pai e conhecer as tradições e roupas de cada lugar. Dara e Sara vivem em uma antiga casa de campo, onde há uma pequena fonte no meio do jardim cheia de peixinhos dourados. Eles também tem uma galinha com pintinhos e um gatinho. O gatinho é danado, então eles tem que cuidar direitinho dos pintinhos e dos peixinhos.
Sara adora ciências e às vezes faz algumas experiências no porão da casa. Ela é uma ótima esportista. Ela adora futebol e joga tênis de mesa. Ela quer ser uma professora quando crescer.
Dara também é fã de futebol, mas também gosta de artes marciais. Ele é um garoto aventureiro e, às vezes Sara o acompanha em suas missões! Ele sonha em se tonar um astronauta ou arqueólogo. Divirta-se com as aventuras de Sara e Dara!"

Dara e Sara (trajes persas)
Declarações políticas à parte, a maioria das meninas iranianas ainda prefere a dupla Barbie e Ken, com sua ilimitada variedade de acessórios fashion, mas agora proibidas, são vendidas clandestinamente em algumas poucas lojas do Irã. Enquanto isso, alguns vendedores de brinquedos de Tehran apoiam a mudança pois consideram Barbie uma estrangeira, com seus cabelos loiros e roupas reveladoras ao passo que os "fofuchinhos" Sara e Dara representam melhor a identidade nacional das crianças iranianas com seus  cabelos e olhos castanho-escuros e trajes que incluem lindos vestidos longos e hijab islâmicos na menina e os belos turbantes e chapéus étnicos no menino.
Gostaria de deixar claro que não sou a  favor da proibição das bonecas Barbie, apesar de ser ela uma das  grande incentivadoras do consumismo infantil no mundo todo por várias gerações. Mas, por outro lado não posso negar que fiquei fascinada com esse casalzinho iraniano e adoraria que vendesse algo assim aqui no Brasil, representando nossos trajes regionais. 

Baseado em  Anorak


4 comentários

  1. Que gracinha os bonecos :3! São mais humanos q a barbie! Eu vi um tempo atraz em um blog q a arabia saudita tinha uma boneca chamada "fula"

    ResponderExcluir
  2. "fulla"* é parecida c a barbie http://conexaoarabe.blogspot.com.br/2012/08/boneca-fulla-barbie-das-arabias.html

    ResponderExcluir
  3. Ñ consegui achar o outro blog no historico=/
    O blog tinha opniões de crianças da arabia saudita, a maioria dizia q preferia a Barbie =/


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karen, eu me apaixonei pelo casalzinho Sara e Dara, mas ouvi falar que recentemente eles não são mais fabricados não sei por qual motivo ...Pedi para minha amiga iraniana trazer uma boneca dessas para mim e ela não encontrou em nenhuma loja nem em Teerã...
      Já ouvi falar da boneca Fullah, que a meu ver simplesmente parece uma adaptação da boneca Barbie aos costumes islâmicos do Golfo... É muito bonita também, mas tem o mesmo padrão estético da Barbie, ou seja, alta e magra... o que não corresponde ao padrão das mulheres árabes no geral. Acho que no mundo todo as meninas preferem a Barbie, né?

      Excluir